13 de junho de 2021
Anuncie Aqui
-->
Pantanal

Projetos de pesquisa em Corumbá recebem recursos da Fundect

18 NOV 2020 - 11h33min
Assessoria

A Fundect aprovou e vai financiar dois projetos de professores do Campus do Pantanal (CPAN). Os projetos aprovados são: Herbário COR, Centro depositário de informação da biodiversidade vegetal do Pantanal sul mato-grossense coordenado pela professora do Curso de Biologia Maria Ana Farinaccio e o projeto Geopark Bodoquena-Pantanal: Ações estratégicas de geoconservaçao e projeto educacionais integrados para o fortalecimento e consolidação dos núcleos de Corumbá e Ladário do professor do curso de Geografia Aguinaldo Silva.

Campanha Drogaria Aquidauana Institucional - 12

Para os pesquisadores é de suma importância a Fundect fomentar o desenvolvimento das pesquisas. O primeiro projeto tem como objetivo de fortalecer o Herbário do CPAN, que abriga em seu acervo informações sobre a biodiversidade vegetal do Pantanal sul-mato-grossense, altamente relevante para o desenvolvimento da pesquisa científica e de políticas públicas para conservação e monitoramento da biodiversidade de Mato Grosso do Sul.

A pesquisadora Maria Ana destaca que as coleções botânicas são indispensáveis para o estudo da biodiversidade vegetal, documentam elementos da flora de áreas preservadas e perturbadas; são imperativas em pesquisas taxonômicas e filogenéticas e essenciais na identificação precisa das espécies. Para o desenvolvimento do projeto, serão investidos R$71.000,00 entre recursos para custeio e capital.

Além de Maria Ana, o projeto conta também com os pesquisadores: Adriana Takahashi (UFMS); Santiago Urquiza; Suzana Maria Sales(CPAP); Bruna Gardenal Fina Cicalise(UFMS) e Allan Sciamarelli (UFGD).

O projeto vai seguir as seguintes etapas como: gerenciamento do projeto e da digitalização do acervo; Produção de um data paper; seleção das áreas e coleta de matérias, processamento da coleção; identificação das espécies coletadas, entre outras ações.

O Herbário do Campus do Pantanal (COR) iniciou suas atividades em 1982. Seu acervo passou por um processo de informatização graças as parcerias formadas com o Programa Reflora e INCT, Herbário Virtual da Flora e dos Fungos. De acordo com os pesquisadores, apesar de Mato Grosso do Sul apresentar grande diversidade de vegetação, é o Estado que possui a flora com o menor índice de coletas do Brasil. “Portanto, um programa de coleta, direcionado para áreas pouco ou não visitadas, associado a ampliação da capacidade de armazenamento e acondicionamento em coleção científica no Estado são de importante repercussão. Nesse contexto, esse projeto reverte-se de especial importância por contemplar expedições de coletas de material botânico, sua correta incorporação em uma coleção biológica, sua disponibilização em plataformas online e formação e capacitação de recursos humanos, tarefas que representam um avanço para a região e atende à demanda em conhecer a biodiversidade vegetal”, comentam.

O projeto do professor Aguinaldo, tem como objetivo a divulgação e conservação do patrimônio científico e geológico por meio da introdução do ensino de Geociências nas escolas e divulgação para população. Aguinaldo explica que geoparque é uma marca atribuída pela UNESCO a uma área onde ocorrem excepcionalidades geológicas que são protegidas e aproveitadas como elementos indutores de educação ambiental e de desenvolvimento sustentável.

De acordo com o pesquisador, um geoparque deve ter limites bem definidos; envolver uma área suficientemente grande para possibilitar o desenvolvimento sustentável; abarcar um determinado número de sítios geológicos de especial importância científica, raridade ou beleza e deve ter um papel ativo no processo de educação ambiental e, através do geoturismo, no desenvolvimento econômico.

“Atualmente a área do Geopark Bodoquena – Pantanal localizado em Bodoquena e na região de Bonito é muito bem estudada e divulgada, por isso é necessário trabalhar mais com a região de Corumbá e Ladário.  Deve-se atentar a respeito da importância das ações do Geoparque, como sendo atividades de reconhecimento cultural e que sempre agregarão valor a geodiversidade, a biodiversidade e a rica paisagem cultural. Desta forma, torna-se imprescindível projetos que produzem conhecimento e que este chegue até a população através de cursos de qualificação, palestras, inventariação da geodiversidade encontradas na área de estudo”, explica.

Para o pesquisador, é importante que a população tenha conhecimento sobre o patrimônio geológico da região de Corumbá. “Isso permite o desenvolvimento de atividades de reconhecimento cultural e agrega valor a geodiversidade e biodiversidade”, comenta. Para o desenvolvimento do projeto, serão investidos R$170.000,00 entre recursos para custeio e capital.

O projeto conta também com o apoio técnico de: Luciana Escalante Pereira (UFMS) e Marcos Vinicius Santiago Urquiza, além da participação dos pesquisadores: Detfel Hans Gert Walde(MEF/UFMS); Beatriz Lima de Paula Silva(UFMS); Frederico dos Santos Gradella(UFMS); Ivan Bergier Tavares de Lima(CPAP); Sidney Kuerten (UEMS); Lucí Helena Zanata(UFMS); Paulo Cesar Boggiani (USP); Edgar Aparecido da Costa (UFMS); Antônio Conceição Paranhos Filho(UFMS); Edson Rodrigo dos Santos da Silva(PPGGEO/ UFMS ), e como colaboradores: Tayrine Pinho de Lima Fonseca (PPGGEO/ UFMS) e Hudson de Azevedo Macedo.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Entretenimento

Faustão é internado às pressas, Tiago Leifert apresentará o Domingão e Boninho se manifesta

2
Aquidauana

Falece o segurança Marcos Paulino, o Marcão

3
Geral

Motorista entra na contramão e causa acidente no bairro Alto

4
Geral

Com novas doses da Astrazeneca, Aquidauana continua vacinação contra covid

Informe Publicitário

Informe

Selenita Semijoias tem o presente perfeito e sorteio de Dia dos Namorados

Previsão do Tempo

min14 max28

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min14 max28

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,05m
Miranda
1,88m
Paraguai
1,49m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

AUTOESTIMA FEMININA: FORTIFICÁ-LA!

Valdemir Gomes

Já...

Rosildo Barcellos

A Retomada de Corumbá

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Camping

Camping Baía - Estrada da Margem Esquerda

, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 686-1017/9986-0
Escolas Particulares

Escola Dom Aquino

Rua Marechal Mallet, 2000 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 4799
Clubes

GRESSA

Quintino Bocaiúva, s/n Bairro Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 4142
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo