X
Geral

Proposta que agiliza atos e contribui para gestão da justiça é explicada em programa de TV

Para saber mais sobre cooperação judiciária, assista ao programa dessa terça-feira, às 18 horas, na TV Alems

Reduzir as dificuldades na tramitação de processos. Um compromisso da Rede Nacional de Cooperação Judiciária que desde 2020 busca imprimir maior fluidez, agilidade e eficácia ao intercâmbio de atos judiciais e favorecer o exercício de uma jurisdição mais harmônica e colaborativa. Um exemplo de vantagem da Rede é o processo de transferência de presos que levava até um ano para ser finalizado e que, com a instituição da cooperação, teve o seu tempo reduzido em até uma semana.

Esse sistema de cooperação judiciária nos tribunais estaduais possui dois mecanismos básicos: a figura do juiz de cooperação e os núcleos de cooperação judiciária. Em Mato Grosso do Sul, atua como juiz de cooperação o magistrado César Castilho Marques que participa do Mérito da Questão dessa terça-feira, dia 5 de dezembro, para responder questões como o que é a cooperação judiciária, o que deve haver para existir cooperação, quais são os tipos, como funciona, de que forma a cultura de cooperação reflete na gestão judiciária, quais as boas práticas já implantadas e como sugerir ações.

“A cooperação sempre existiu. Houve o despertamento dela neste momento atual e a tendência é ela se fortalecer no tempo. O desafio é mudar paradigmas, a mudança de comportamento. Entender que a cooperação é o melhor meio de fazer funcionar as coisas. Não vivemos mais em um mundo em isolamento. Nós vivemos em um mundo intensamente social, onde as relações humanas são intensas, as relações profissionais são intensas, as relações institucionais são intensas. E se nós pararmos para pensar, tudo isso é uma engrenagem e uma peça fora causa muito problema para se alcançar resultados”, refletiu o entrevistado.

Para saber mais sobre cooperação judiciária, assista ao programa dessa terça-feira, às 18 horas, na TV Alems, que está no canal aberto 7.2.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Vacinação contra dengue é ampliada em MS

Dose começa a ser aplicada em crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos

Economia

Prazo para empresas entregarem relatório salarial termina nesta quinta

O documento deve ser enviado pelo Portal Emprega Brasil do MTE

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo