01 de março de 2021
Anuncie Aqui
-->
Turismo

Próxima Parada, Furna dos Baianos - Chácara dos Mirantes

Embarcamos em uma moto e pegamos a MS – 450, na estrada parque de Piraputanga, saindo de Aquidauana

22 FEV 2021 - 10h15min
Cristiano Arruda e Samara Oliveira

Continuando a nossa série de reportagens sobre as belezas naturais oferecidas por Aquidauana e região, nós do Jornal O Pantaneiro, fomos em buscas de sombra e água fresca. Dessa vez, apresentamos a vocês a Furna dos Baianos – Chácara dos Mirantes ou Chácara do Jamil, como é conhecida.

Embarcamos em uma moto e pegamos a MS – 450, na Estrada Parque de Piraputanga, saindo de Aquidauana, a maior parte do trecho é de asfalto, depois disso você deve pegar mais 3km de estrada de chão. A chácara dos Mirantes, conhecida como chácara do Jamil é a última da Furna dos Baianos. Até o local, você deve encontrar três porteiras para chegar lá. 

Você vai ter que descer do seu veículo e abrir cada uma delas, e não assuste se você encontrar vacas, bois e cavalos deitados na frente, tenha paciência e converse com os animais, você vai precisar. 

Continue até seu destino, quando você ver que os paredões rochosos cobertos pelo verde da natureza, isso é um sinal de que você está bem perto. Mais a frente você vai encontrar a porteira de entrada e se tiver sorte como nós, será recebido por um casal de araras azuis. 

No local, nós fomos recebidos pela Lucia e o famoso Jamil, responsáveis pela chácara. Lá eles oferecem diversas atrações para quem gosta de natureza, fomos convidados a fazer uma trilha pela região com aproximadamente 3 horas de caminhada. Confesso, foi muito incrível!

Passamos por quatro mirantes até chegar na parte alta do morro. Em um deles é possível observar a paisagem ao redor, sem falar da própria vegetação que o local tem, cactos lindos, que parecem ter sido desenhados. 

Na trilha com a gente, conhecemos um casal de Campo Grande, eles resolveram acampar na região no final de semana, assim como a nossa equipe, eles ficaram encantados com as belezas naturais proporcionadas pela natureza.

“No meio do caminho tinha uma pedra”, não aquela pedra do poema de Drummond. A pedra que encontramos também é cheia de histórias e nelas é possível ver que habitantes antigos deixaram suas mensagens de milhares de anos. 

Um sítio arqueológico que segundo Jamil ele e os amigos encontraram quando eram mais novos. Desenhos que cabem o visitante interpretar da melhor maneira, “eu lembro de um amigo meu chamado Cícero, nós viemos pra cá, para curtir o carnaval e nos arriscamos sair nesse morro até que ele resolveu escrever o nome dele na pedra, só deu tempo de colocar “CI”, porque naquele momento encontramos diversos desenhos que tinham uma história. Saímos na hora de lá”, conta Jamil, falando que o sítio é reconhecido pelo IPHAN.

Nós vimos de tartarugas, tatus e até um disco voador, viajamos num passado distante tentando entender o que se passava ali naquele momento que foi registrado. 

Continuamos a subir e quanto mais íngreme ficava o morro, mais divertida a trilha ficava, claro chegaram certos momentos que precisamos do auxílio de cordas e escadas para continuar nosso caminho, o que valeu super a pena, quando chegamos no último mirante e nos deparamos com a imensidão da natureza, o que eu chamo de “quintal de casa”, lugar que poucos têm a oportunidade de apreciar, coisas que só encontramos aqui em Mato Grosso do Sul. 

Ah, não se assuste caso cachorros passem correndo no vão da sua perna, podem ficar despreocupado, é apenas a Pantera e o Duque, cães do Jamil, que também nos acompanham na caminhada. Você pode levar seu lanche, caso sinta fome no meio do caminho, prefira algo leve.

Passamos mais ou menos uns 30 minutos apreciando a vista, a vontade é ficar lá até o término do dia. Finalmente descemos de volta pra chácara, e como esse repórter é meio desastrado, acabou tomando um tombo e aprendam, nunca riam de alguém que tomou um tombo na trilha, porque você pode ser o próximo, foi o que aconteceu com a nossa outra repórter. Nunca vá para uma trilha com tênis de solado liso, sempre use algo confortável de preferência uma bota. É sério, a dor do tombo vem no dia seguinte. 

Para aqueles amantes de fotografia, o lugar é perfeito para fotos, pedras e mirantes incríveis para deixar suas fotografias sensacionais.
Como eu disse no começo dessa reportagem, você vai encontrar diversas vacas na região, e com o leite de algumas delas produzem queijos e doces de leite maravilhosos que são vendidos ali na chácara mesmo. Aconselho você a comprar no local.

Por fim nos deliciamos num córrego onde a água é extremamente gelada, após uma caminhada de 3 horas a alma precisava voltar pro corpo, né. 

De acordo com o Jamil, esse é o lugar que ele prefere estar, depois de tantos anos trabalhando com turismo, nada faz ele mudar de ideia. Com tanta história pra contar e vivendo diariamente com a natureza, que até este repórter sairia do jornalismo pra viver disso.

Gostou, quer conhecer o local, basta entrar em contato pelo telefone (67) 98455-1964 e marcar um dia para aproveitar o lugar, você não vai se arrepender, garanto.

Atrativos:

- Trilha: com 4 Mirantes e um sítio arqueológico. Duração média 2h30. 

- Day use: Banho de córrego com bica d'água, banheiro, gramado.

- Camping: banheiro, gramado, fogão, acesso ao córrego com bica d'água.

- Rapel: 
12 metros (mínimo 2 pessoas)
60 metros  (mínimo 5 pessoas).

RECOMENDAÇÕES: 
Trilha:  Uso obrigatório de tênis ou bota de caminhada; roupas leves, confortáveis, de preferência calça comprida e tons claros (para evitar pernilongo); repelente. Aconselhamos levar barra de cereais/frutas e água; 

Day use: Roupas confortáveis, roupa de banho, toalha, tênis ou papetes/chinelos, chapéu/boné, protetor solar, repelente e óculos de sol, esteira ou tecido para deitar no gramado; lanches e bebidas. 

Camping: barraca e demais utensílios próprios para camping. 

Rapel:Uso obrigatório de tênis ou bota de caminhada; roupas leves, confortáveis, de preferência calça comprida e tons claros (para evitar pernilongo); repelente. Aconselhamos levar barra de cereais/frutas e água; 

Dicas:
* Reserve sua ida com antecedência;

* Pagamento Dinheiro e Cartão

Endereço: Furna dos Baianos 1, última chácara.

Quer receber uma visita da equipe do O Pantaneiro, entre em contato pelo telefone (67) 99856-0000 ou acesse nossas redes sociais no Facebook e no Instagram. 

 
 

Veja também

Mais Lidas

1
Charges

Repórter fotográfico Valdenir Rezende morre de covid aos 55 anos

2
Anastácio

Boliviano é flagrado com folhas de coca e acaba preso em Anastácio

3
Bodoquena

Dono de balneário é multado em R$ 15 mil por degradar área protegida em Bodoquena

4
Bodoquena

Fazendeiro é multado em R$ 5,5 mil por degradar córrego em Bodoquena

Vídeos

Pensa no Susto Moradora encontra sucuri escondida no quintal de casa

Chuva forte alaga entrada do município de Anastácio/MS

Acidente entre duas motos deixa jovem de 21 anos ferida em Corumbá

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min24 max36

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min24 max36

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,90m
Miranda
6,87m
Paraguai
1,45cm

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Com...

Paulo Corrêa de Oliveira

RÁPIDAS IMPRESSÕES DE UM PEREGRINO – II

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

CAPITU

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Médicos

Jose de Arruda Fialho - Pediatra

Rua 7 de Setembro, 1193 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3665
Advocacia

Fabiana Moreira Sortica dos Santos / Ary Sortica

Rua Augusto Mascarenhas, 506 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3122/3241-
Telefones Úteis

Departamento de Sistema Penintenciario

Duque de Caxias, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 4381
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo