16 de abril de 2021
Anuncie Aqui
-->
Geral

Réu por estupro se defende usando carta da vítima e revolta juiz

Com carta da vítima, réu pediu "desistência do processo", ação exclusiva da Justiça e impossível para a defesa

8 ABR 2021 - 15h49min
Campo Grande News

Trabalhador rural de 36 anos, denunciado por ameaçar e estuprar a mulher, balconista de 25 anos, apresentou à Justiça, em Dourados, a 233 km de Campo Grande, uma carta que teria sido escrita pela vítima, declarando a inocência dele e informando que o casal havia se reconciliado.

IvrNet_Campanha de Páscoa 11

No dia 5 de abril, a carta foi anexada pela defesa no réu, pedindo a desistência do processo, ou seja, o cancelamento da ação. A manobra jurídica causou revolta do juiz Alessandro Leite Pereira, da 4ª Vara Criminal de Dourados, por não ser cabível ao réu. “O requerimento (...) é um dos maiores disparates que este Juízo já teve a oportunidade de presenciar”.

Com essa manobra, o réu, titular da ação, tentou "desistir" de ser processado.

No trecho disponível hoje no Diário da Justiça, ele explica. “(...) como decisão judicial deve ser fundamentada, importante esclarecer tratar-se de ação penal pública proposta pelo Ministério Público e ****** é réu, repito, é réu e, portanto, não tem como pedir ‘a desistência do referido processo’”.  O magistrado conclui que nem o MPMS tem a prerrogativa de desistir da ação penal, conforme previsto no artigo 42 do Código de Processo Penal. Por conta disso, manteve a ação e a data da audiência.

O caso – Segundo denúncia formulada pelo MPMS, o estupro relatado pela mulher aconteceu no dia 27 de janeiro de 2018, por volta das 23h, no Jardim Guaicurus, em Dourados. O casal já estava separado há cerca de 1 mês, depois de relacionamento de cerca de 3 anos.

A mulher de 25 anos estava em casa, deitada, quando ele entrou no local, dizendo que a amava e tentando tirar suas roupas, enquanto ela dizia “não, eu não quero”. Usando da força física, ele a imobilizou e forçou a relação sexual.

O homem ainda a ameaçou dizendo que “se ela não fosse ficar com ele, não ia ficar com mais ninguém". A moça relatou que ele já havia dito frase semelhante em outras ocasiões, por não aceitar a separação.

A vítima relata que o denunciado, por diversas vezes já tentou manter relação sexual sem seu consentimento. Ela o denunciou à Polícia Civil e requisitou medidas protetivas de urgência.

Com base no relato dela, o MPMS ofereceu denúncia contra ele por estupro e ameaça, pelo Código Penal e violência psicologia e física prevista na Lei Maria da Penha.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Esportes

Partida entre Aquidauanense e Águia Negra é marcada por tiros, prisão e confusão generalizada

2
Policial

Polícia divulga foto e busca homem que matou atual da ex e deixou bebê em estado grave

3
Geral

Aquidauanense José Real morre no interior de SP em decorrência de câncer

4
Geral

Corpo de bombeiros é acionado para combater incêndio em Aquidauana

Vídeos

Vídeo: Casal furta televisões de loja no centro da capital, em plena luz do dia

Apoiadores de Bolsonaro saem às ruas pedindo não ao Lockdown e sim à Intervenção Militar

Estreia Curta Metragem A Paixão de Cristo

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min22 max32

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min22 max32

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,52m
Miranda
2,20m
Paraguai
1,80m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Um...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

ATENÇÃO! ATENÇÃO!

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: EXÉQUIAS

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Padaria e Confeitaria Moderna

R. Manoel Antônio Paes de Barros, 528 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3100
Pesqueiros

Pesqueiro do Dinho

Distrito de Piraputanga, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 99121345
Pesqueiros

Pesqueiro do Ely - Camisão

Distrito de Camisão, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3235-1047/8403-
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo