19 de abril de 2021
Anuncie Aqui
-->
Condenado

Réu por furto de droga e condenado por estupro, delegado é demitido

Eder Oliveira Moraes está preso desde que foi investigado por furto de 101 quilos de cocaína, em Aquidauana

8 MAR 2021 - 11h30min
Campo Grande News

Após condenação por 21 anos e 8 meses de prisão por estupro, Eder Oliveira Moraes foi demitido do cargo de delegado da Polícia Civil em Mato Grosso do Sul, conforme resolução publicada hoje no Diário Oficial do Estado. Moraes ainda responde a outras acusações, entre elas, o furto de 101 quilos de cocaína, ocorrido de dentro da delegacia de Aquidauana, 2016.

IvrNet_Campanha de Páscoa 11

A demissão foi assinada pelo secretário Estadual de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, com base na Lei Complementar nº 114/2005, a Lei Orgânica da PC/MS. Pela resolução, Moraes foi contrário aos deveres do policial civil, usou do cargo para benefício próprio e estava passível a demissão por conta da pena ser superior a quatro anos.

As condenações por estupro referem-se às acusações feitas por dois adolescentes relatarem os abusos ocorridos dentro da delegacia de Rio Verde de Mato Grosso, entre setembro e novembro de 2015, quando Eder Moraes foi titular. Uma das vítimas tinha 14 anos à época dos fatos.

A resolução não especifica se a demissão tem relação direta com a condenação por estupro, que ainda está em fase de recurso e não transitou em julgado. O processo do furto dos 101 quilos de cocaína também não foi encerrado. Mas Eder Oliveira Moraes ainda é réu em outros casos.

Ele ainda respondia a processos por peculato e improbidade administrativa, os dois resultados da investigação sobre o desvio de 68 bezerros apreendidos irregularmente pela Polícia Civil. O crime aconteceu entre janeiro e abril de 2015 e envolveu outras quatro pessoas.

Também responde por porte ilegal de arma de fogo e pelo furto de 101 quilos de cocaína em Aquidauana. O revólver calibre 38 sem registro foi encontrado com ele no dia em que policiais da Corregedoria da Polícia Civil cumpriam mandado de prisão pelo “sumiço” da droga de dentro da delegacia.

Em novembro de 2020 havia sido beneficiado com a prisão domiciliar, mas voltou a ser preso por decisão do TJ-MS (Tribunal da Justiça de Mato Grosso do Sul).

O advogado Irajá Pereira Messias, que o representa nos processos do estupro e do furto da cocaína disse que não sabia da decisão, mas explicou que a condenação pelos abusos sexuais ainda estão em fase de recurso. Sobre o processo do furto, diz que o ex-delegado é inocente e que há provas nos autos que comprovam a tese.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem é executado com 60 tiros de fuzil em Campo Grande

2
Educação

Administradora é a nova diretora do campus de Aquidauana da UFMS

3
Geral

Coronavírus: variante P1 já é predominante em Mato Grosso do Sul

4
Geral

A partir de segunda, idosos com mais de 60 anos podem se vacinar em Aquidauana

Vídeos

Vídeo: Casal furta televisões de loja no centro da capital, em plena luz do dia

Apoiadores de Bolsonaro saem às ruas pedindo não ao Lockdown e sim à Intervenção Militar

Estreia Curta Metragem A Paixão de Cristo

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min20 max32

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto.
min20 max32

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,52m
Miranda
2,20m
Paraguai
1,80m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

O...

Mariana Thomé

Quer ter colaboradores mais produtivos? Invista em gest...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

ATENÇÃO! ATENÇÃO!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Médicos

Erica A. C. de Souza - Cardiologista

Rua Manuel Antonio Paes de Barro, 844 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-8816
Ponto de Táxi

Ponto de Táxi Nº 3

Rua Teodoro Rondon, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2230
Médicos

Ângela Maria L. Spada - Pediatra

Rua Manoel A. da Costa, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3438
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo