23 de janeiro de 2021
Anuncie Aqui
-->
Geral

Segurança do brasileiro no emprego é recorde, diz pesquisa da CNI

21 DEZ 2007 - 10h56min
max press

O brasileiro nunca teve tanta segurança no emprego nos últimos 11 anos quanto no final de 2007, aponta o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC), divulgado hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O indicador que mede o medo do desemprego situou-se, no quarto trimestre deste ano, em 110,6 pontos, o maior valor desde o início da série histórica, em maio de 1996. Dos nove indicadores divulgados hoje, foi o único que ficou acima dos valores de dezembro de 2006, quando as altas expectativas dos brasileiros ainda estavam influenciadas pelo fim do período eleitoral.


De acordo com a pesquisa, feita com 2.002 eleitores de todo o país, entre 30 de novembro e 5 deste mês, o medo do desemprego superou o indicador do mesmo período do ano passado em 1,7 ponto, ou 1,53%. Em relação ao terceiro trimestre deste ano, o crescimento foi de 4,9 pontos, ou 4,43%.


A segurança do brasileiro no emprego foi influenciada pela consolidação do processo de formalização do mercado de trabalho. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, foram criados, entre janeiro e novembro deste ano, 1,9 milhão de empregos formais em todo o país, superando o número de vagas criadas em todo o ano de 2004, recorde histórico até então.


O mercado de trabalho deve continuar em alta em 2008. A projeção da CNI para o índice de desemprego é de 9% no ano que vem, ante 9,5% neste ano, de acordo com o documento Economia Brasileira - Desempenho e Perspectivas, divulgado terça-feira pela entidade. Segundo os dados do INEC, o brasileiro também acredita que o mercado de trabalho vai melhorar em 2008. O índice de expectativa de desemprego ficou em 119,7 pontos no quarto trimestre, ante 114,3 pontos do terceiro trimestre. Ou seja, para aqueles que responderam a pesquisa, a criação de vagas vai aumentar no ano que vem.


O INEC, média ponderada dos demais indicadores apresentados na pesquisa, cresceu em dezembro ante o terceiro trimestre deste ano, apesar de ter ficado abaixo do índice do mesmo período de 2006. O INEC do quarto trimestre de 2007 ficou em 108 pontos, ante 104,8 pontos no terceiro trimestre deste ano e 111,9 pontos do mesmo período do ano passado.


Segundo a avaliação dos técnicos da CNI, foi um resultado dentro do esperado, uma vez que normalmente o índice do quarto trimestre é melhor do que o do terceiro, devido à proximidade do ano seguinte. E o que explica os indicadores terem ficado abaixo dos do mesmo período do ano passado (a exceção foi o medo do desemprego) é que neste ano não houve eleição. 

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Covid-19: empresária morre após uma semana internada no Hospital Regional

2
Aquidauana

Professor acusado de estupros é preso pela Polícia Civil de Aquidauana

3
Policial

PRF desarticula esquema de desvio de combustível em Anastácio

4
Aquidauana

Propriedades e ruas às margens do Rio Aquidauana começam a ficar alagadas

Vídeos

Após chuvas, árvore cai em cima do telhado de residência em Corumbá

Com período chuvoso intenso, rio Aquidauana sobe e chega a 5 metros

Após acidente de trânsito envolvendo carro e moto, vítima é levada para pronto socorro

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min22 max32

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
min22 max32

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
7,84m
Miranda
4,05m
Paraguai
0,94cm

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Vou...

Raquel Anderson

Dialeto caipira, uma maravilha!

Mariana Thomé

Corrupção: o mal que deve ser inibido e que impede o ...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Telefones Úteis

IAGRO

, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3604
Camping

Camping Baía - Estrada da Margem Esquerda

, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 686-1017/9986-0
Pesqueiros

Pesqueiro do Dinho

Distrito de Piraputanga, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 99121345
Ver Mais
Supermercado Seriema 23/01/2021
Fale com a redação