22 de abril de 2021
Anuncie Aqui
-->
Temporada de pesca

Temporada de pesca começa com alto índice de conscientização ambiental

6 MAR 2021 - 08h21min
Governo do MS

A temporada de pesca esportiva e profissional nos rios das bacias do Paraná e Paraguai começou com apenas uma autuação por pesca ilegal, em cinco dias de atividades, o que demonstra a queda gradual de redução de infrações ambientais que os dados anuais da Polícia Militar Ambiental (PMA) vêm demonstrando.

Campanha Supermercado Atlântico_Quinta 11

A pesca de captura foi retomada em 1º de março, depois de um mês (fevereiro) de pesque-solte somente no Rio Paraguai, e a operação desencadeada pela PMA não tem encontrado irregulares nos rios e nas estradas, por onde é feito o transporte de pescado. Nenhuma ocorrência foi registrada durante o pesque-solte.

“Os pescadores tem respeitado as normas ambientais e esperamos que essa conscientização se perdure e se multiplique em favor da preservação e da conservação dos nossos recursos pesqueiros”, destaca o tenente-coronel Ednílson Paulino Queiróz, do setor de Comunicação do comando-geral da PMA, em Campo Grande.

Foto: Edemir Rodrigues

Sem licença e guia de transporte

Apenas uma pessoa foi autuada até ontem (5), por não portar licença de pesca, e o trabalho dos policiais ambientais tem sido na manutenção permanente dos rios e seus afluentes, para combater a pesca predatória e na identificação e retirada de petrechos dos rios, como redes de malha, as quais degradam os cardumes.

O pescador autuado, de 27 anos, cujo nome não foi informado, procurou na terça-feira (2) o posto fiscal da PMA situado na BR-262, em Miranda, para lacrar algumas espécies que havia capturado no Rio Paraguai, em Corumbá. Ele se dizia pescador profissional, no entanto não portava a carteira de pescador, apenas um protocolo de entrada no antigo Ministério de Aquicultura e Pesca em 2017.

Residente no distrito de Porto Morrinho, em Corumbá, o pescador teve seu pescado (oito exemplares da espécie palmito e um de pacu, totalizando 14 quilos) apreendidos e foi autuado administrativamente por transporte ilegal de pescado e sem licença de pesca e multado no valor de R$ 890,00. O pescado foi doado a uma instituição filantrópica de Miranda.

Cartilha do Pescador orienta

Com a abertura na pesca, a Polícia Militar Ambiental (PMA) está disponibilizando a Cartilha do Pescador 2021 com todas as atualizações das normas de pesca de Mato Grosso do Sul, banhado por duas bacias hidrográficas (dos rios Paraguai e Paraná), com regras diferentes entre elas e com normas infraconstitucionais dos órgãos federal e estadual.

A legislação pesqueira do Estado é uma das mais restritivas do país. Entre as regras de pesca para o Estado, só de espécies com determinação de tamanhos de captura são mais de 30, sem contar que, para algumas, a proibição é por gênero, que envolve diversas espécies. São mais 10 espécies de iscas que também possuem restrição de tamanho mínimo de captura.

Existem também rios e locais onde a pesca é proibida; outros onde só se permite a pesca na modalidade pesque-solte; espécies com pesca proibida; tipos de petrechos proibidos; cota de captura; regras de transporte e comercialização de pescado, entre outros, e o cidadão precisa realmente estar com essas informações em mãos, por abrangerem a questão com amplitude.

“Dessa forma, a Cartilha do Pescador tem sido a ferramenta principal para que o cidadão não responda por essas penalidades restritivas”, aponta o comandante da PMA, tenente-coronel José Carlos Rodrigues.

Governo MS proibiu cinco anos, em 2019, a captura e transporte do dourado, o “Rei do Rio”. (Foto: Edemir Rodrigues)

Repovoamento dos rios

As medidas restritivas à pesca amadora de captura tomadas pelo Governo do Estado, nos últimos anos, têm refletido no aumento dos estoques pesqueiros nos rios, a médio prazo. Por meio de decretos, o governador Reinaldo Azambuja proibiu por cinco anos, em 2019, a captura e transporte do dourado, o “Rei do Rio”.

No ano passado, reduziu a cota de 10 para cinco quilos, mais cinco piranhas, e fixou tamanhos mínimos e máximos para captura de espécies nobres, com o apoio das associações de pescadores esportivos, as quais defendem o pesque-solte já praticado em Corumbá. Neste polo de pesca, mais de 80% dos turistas já praticam essa ideia.

Segundo os operadores em turismo de pesca, as mudanças na legislação vêm contribuindo para o repovoamento dos rios, em especial no Pantanal. Mesmo com a seca no bioma, em 2020, os pescadores estão fisgando grandes exemplares de espécies nativas, como dourado, jaú, surubim, pintado e pacu, e poucos estão levando o peixe.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Onda de frio chega ao Brasil na próxima semana

2
Policial

Polícia fecha boca de fumo e prende homem de 49 anos

3
Turismo

Bonito emite nota de esclarecimento sobre turbidez da água do rio Formoso

4
Policial

Suspeito de tentar matar idoso em Bonito é preso pela Polícia Civil

Vídeos

Vídeo: Casal furta televisões de loja no centro da capital, em plena luz do dia

Apoiadores de Bolsonaro saem às ruas pedindo não ao Lockdown e sim à Intervenção Militar

Estreia Curta Metragem A Paixão de Cristo

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min19 max34

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min19 max34

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,49m
Miranda
2,41m
Paraguai
1,78m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

No...

Mariana Thomé

Quer ter colaboradores mais produtivos? Invista em gest...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

ATENÇÃO! ATENÇÃO!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Prestação de Serviços

AMR Fogões, Refrigeração e Equipamentos Industriais

Estevão Alves Corrêa, 1117 Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6674 www.amrfogoesrefrigeracao.com.br
Escolas Particulares

Escola Irene Cicalise

Rua Cândido Mariano, 374 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3390
Telefones Úteis

Polícia Rodoviária Federal - Centro de Treinamento do Centro-Oeste

Rua 7 de setembro, 940 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-7485/3241-
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo