X
Polícia

PRF prende mulher pela quinta vez só neste ano e em todas as vezes ela transitava pela BR-262

Três das cinco vezes ela transportava uma Toyota/Hilux

Ela e o comparsa abandonaram a Hilux e foram pegos no Jeep. / Divulgação/PRF

Uma mulher, de 29 anos, foi presa pela quinta vez só neste ano pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Dessa vez, ela estava envolvida no transporte da Toyota/Hilux, que foi parada pela PRF na madrugada desta terça-feira (05), no km 602 da BR-262, próximo à Miranda.

Segundo informações, a mulher realizava o serviço de batedor de caminhonetes (três das cinco vezes ela estaria dirigindo uma Hilux). Ela estava no carona de outro veículo, um Jeep/Renegade, com placa de Belo Horizonte (MG) e quem dirigia era um comparsa, de 24 anos. Ela confessou que todos estavam envolvidos no transporte da Hilux até Corumbá (MS), que foi abandonada pelo terceiro comparsa, que apresentou fuga ao verificar a blitz da PRF.

Em consulta aos sistemas, os agentes descobriram uma ocorrência de roubo/furto do automóvel, e que as placas originais são de Jaguapitã (PR). O casal receberia a quantia de R$ 1.500 para levar o veículo roubado até Corumbá (MS). Os presos e os veículos foram encaminhados à Polícia Judiciária local.

Confira a lista das últimas ocorrências da mulher, que não teve o nome identificado:

03 de julho de 2019 – Em Terenos (MS), no km 386 da BR-262, a suspeita foi abordada dirigindo uma Ford/Ranger roubada/furtada em direção à Corumbá (MS).

24 de julho de 2019 – Abordada em Miranda (MS), a mulher estava em um ônibus de viagem com destino a Campo Grande (MS). Na mala dela, os policiais encontraram 1 Kg de cocaína. Nesta ocorrência, a equipe descobriu que no dia 22 ela havia sido parada com uma Hyundai/Santa Fé, sem irregulares naquela data, porém, em nova consulta foi constatado boletim de roubo em Curitiba (PR). A mulher disse que havia deixado o veículo em Corumbá (MS).

19 de setembro de 2019 – Em Miranda (MS), km 602 da BR-262, após receber ordem de parada em uma caminhonete Toyota/Hilux, a suspeita tentou fugir, dirigindo por 20 quilômetros. Após abandonar o automóvel e tentar fugir a pé, ela foi detida. A Hilux possuía registro de roubo.

03 de outubro de 2019 – Abordada em Água Clara (MS), km 142 da BR-262, a mulher dirigia uma Toyota/Hilux. Ao parar o veículo, ela confessou a origem ilícita do veículo. A caminhonete havia sido roubada há três dias em Itapira (SP).

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esporte

Atletas de 13 municípios brilham nas Paralimpíadas Escolares de MS

As Paraesc são a principal competição de esporte paralímpico em nível escolar no estado, funcionando como seletiva para a etapa nacional

Polícia

Funcionários são presos após furtar R$ 10 mil em produtos em Campo Grande

Suspeitos aproveitavam tanto do acesso ao sistema quanto do deposito para furtar joias, celulares e até vestimentas, itens alimentícios e de perfumaria

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo