Geral

Missa para Nossa Senhora Aparecida emociona fiéis de Aquidauana e Anastácio

Fiéis afirmam que a cada ano dobra número de participantes

13/10/2013 06:12


Muitos fiéis de Aquidauana, Anastácio, Piraputanga e até de Campo Grande e Ponta Porã se emocionaram neste sábado (12) durante a tradicional Missa de Nossa Senhora Aparecida na estrada que liga Aquidauana ao Distrito de Piraputanga.
 
Da capital, Evandro Jorge, conta que participa da missa há cinco anos e cada vez mais vê o número de fiéis aumentarem. ?Cada vez mais dobra os fiéis?, diz.
 
Sobre a fé, ele revela que é muito grande e a sente fortalecida toda vez que participa. Ele lembra ainda com gratidão dos milagres que conseguiu pela intercessão de Nossa Senhora Aparecida.
 
Devota de Nossa Senhora, Daniele Riquelme, conta que foi à missa em Aquidauana pela primeira vez e gostou muito. Ela diz ainda que no ano passado comemorou as festividades em Corumbá.
 
Quem também esteve na missa pela primeira vez foi dona Zenir Cristina, de Anastácio, a devota revela que gostou demais do encontro com Nossa Senhora e que pretende ir nos próximos anos.
 
Maria Eva, de Anastácio, também é devota de Nossa Senhora Aparecida e foi acompanhar o marido que já havia vindo à missa no ano passado. Ela diz que não ter palavras para expressar a emoção que estava sentindo.
 
De Ponta Porã, Jozelino Martinez Boas, gostou demais da missa. Ele conta que foi pego de surpresa, porque não mora na cidade, mas gostou muito de estar participando.
 
A missa aconteceu ontem (12), às 6 horas, na estrada que liga Aquidauana ao Distrito de Piraputanga. Após a celebração ainda teve um café da manhã coletivo para os fiéis.
 
 Padroeira do Brasil
 
Nossa Senhora da Conceição Aparecida, popularmente chamada de Nossa Senhora Aparecida, é a padroeira do Brasil.  Sua pequena imagem de terracota está atualmente alojada na Basílica de Nossa Senhora Aparecida, localizada na cidade de Aparecida, em São Paulo.
 
A festa litúrgica é celebrada em 12 de outubro, por isso o feriado nacional que foi instituído em 1980, quando o Papa João Paulo II consagrou a Basílica, que é o quarto santuário mariano mais visitado do mundo.
 
Aparição
 
Segundo os relatos, a aparição da imagem ocorreu na segunda quinzena de outubro de 1717 quando Dom Pedro de Almeida, conde de Assumar e governante da capitania de São Paulo e Minas de Ouro, estava de passagem pela cidade de Guaratinguetá, no vale do Paraíba, durante uma viagem até Vila Rica.
 
O povo de Guaratinguetá decidiu fazer uma festa em homenagem à presença de Dom Pedro de Almeida e, apesar de não ser temporada de pesca, os pescadores lançaram seus barcos no Rio Paraíba com a intenção de oferecerem peixes ao conde.
 
Os pescadores Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso rezaram para a Virgem Maria e pediram a ajuda de Deus. Após várias tentativas infrutíferas, desceram o curso do rio até chegarem ao Porto Itaguaçu. Eles já estavam para desistir da pescaria quando João Alves jogou sua rede novamente, em vez de peixes, apanhou o corpo de uma imagem da Virgem Maria, sem a cabeça. Ao lançar a rede novamente, apanhou a cabeça da imagem, que foi envolvida em um lenço.

redação