Trânsito intenso no Mato Grosso foi desafio de terceiro dia de viagem

Velocidade chegou a 20 km/h em alguns trechos da rodovia

07/11/2013 07:22


No terceiro dia de viagem, os aventureiros de Aquidauana tiveram que vencer o trânsito intenso e lento das rodovias do Mato Grosso. E alguns pontos da rodovia, a velocidade chegou a 20 hm/h. Rhobson conta que foi bem cansativo e que não tinha como podar, o que obrigava os viajantes a ficarem atrás das carretas esperando uma oportunidade para seguir viagem.
 
Ele lembra que na terça-feira (5) eles saíram de Cáceres às 6h57 da manhã com destino a Ji-Paraná. Eles foram pela BR-364, passaram por Pontes e Lacerda. Às 9h30 pararam para abastecer os veículos e fazer uma lubrificação completa para seguir viagem. Às 12h22, pararam novamente para almoçar em Comodoro e retornaram para a estrada às 13h20. 
 
Às 14h30 (horário de MS) entraram em Vilhena (Rondônia) e lá encontraram um amigo jipeiro de Leonel em um posto. O viajante deu adesivos para ele da Expedição, chapéu e boné da LS Tranportadora. Depois de um pouco de conversa, estrada novamente. 
 
De Vilhena a Cacoal, pegaram um trecho da BR-364 que cansou os viajantes. ?Muita carreta. O trecho foi bem cansativo, pois em algumas subidas nossa velocidade chegava a 20km/h. Não tinha como podar e tínhamos que ficar atrás das carretas esperando uma oportunidade para seguir viagem?, revela Rhobson.
 
Os aventureiros chegaram em Cacoal (RO) às 17h07 e decidiram passar a noite por lá, pois até Ji-Paraná ainda tinha alguns km pra frente, e o trecho é cansativo.
 
Ontem (6), o grupo iria chegar em Porto Velho onde pretendiam visitar alguns amigos.
 
Acompanhe as novidades da viagem aqui no site O Pantaneiro.

redação