Policial

Metade da maconha apreendida pela PRF no Brasil passa por Mato Grosso do Sul

17/01/2014 09:10


Em 2013 a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Mato Grosso do Sul foi recordista em apreensões de maconha no âmbito da PRF. Das 118 toneladas da droga apreendida pela instituição, 54 toneladas foram em Mato Grosso do Sul.  Isso significa que pouco menos da metade de todo entorpecente apreendido no país passa por nosso Estado.
 
Os dados também mostram que a PRF em Mato Grosso do Sul apreende 4,5 toneladas de maconha por mês, 150 quilos por dia, 6,5 quilos por hora e 110 gramas por minuto.
 
Em relação à cocaína as apreensões somaram 2,5 toneladas, das 6 toneladas apreendidas pelo Departamento, que gera um número de 208 quilos por mês, 7 quilos por dia e 300 gramas por hora.
 
Além da repressão ao tráfico de entorpecentes, a Polícia Rodoviária Federal atua em repressão a outros crimes, como: O contrabando de cigarros, que totalizou aproximadamente 2,5 milhões de pacotes apreendidos, recuperação de 315 veículos roubados, 78 armas de fogo, 13.5 mil munições, além de mais de 1.9 mil pessoas presas.
 
Mato Grosso do Sul é um dos Estados com diversas faixas de fronteira, ligando Paraguai e Bolívia ao restante do Brasil. Por esse motivo, boa parte da rota do crime organizado com drogas, armas e veículos roubados passa pelo Estado.
 
 
No Brasil
 
As apreensões de drogas nas faixas de fronteira aumentaram de 68 toneladas, em 2012, para 87 toneladas, em 2013. As apreensões de drogas nos Estados, não considerando só as regiões fronteiriças, também registraram elevação de 92 toneladas, em 2012, para 136 toneladas, em 2013. A quantidade de armas de fogo apreendidas saltou de 5.193 para 5.831 no comparativo.
 
As ações de enfrentamento e repressão ao roubo e furto de veículos foram intensificadas, gerando  crescimento no número de veículos recuperados. Foi de 3.717 para 5.680. Esses dados são do relatório preliminar da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Senasp/MJ). 

Midia Max