Confira os resultados desta quarta na Série A, Sul-Americana e 3 estaduais

Dos mandantes, apenas Internacional e Santos conseguiram vencer na 26ª rodada

17/09/2015 09:10


Campeonato Brasileiro 2015 (26ª rodada)
 
Fluminense 1 x 4 Palmeiras (*foto)
Lucas Barrios sempre gostou do número 8. Foi com essa camisa que o centroavante se notabilizou pela seleção paraguaia. No Palmeiras, ele vinha usando a 10, mas anunciou a troca na noite da última terça. Sorte alviverde? Na estreia do estrangeiro vestindo seu talismã, ele marcou três vezes, e o Verdão goleou o Fluminense por 4 a 1, de virada, nesta quarta-feira, no estádio do Maracanã, reacendendo a briga pelo G-4 e afundando o adversário na crise - nos vestiários, Enderson Moreira acabou demitido.
 
Entre faixas de "Vergonha", "Luto" e "Queremos raça", o time carioca chegou à sétima partida sem vitória: são seis derrotas e um empate no Brasileirão. O Verdão, após cinco tropeços consecutivos como visitante, voltou a vencer fora de casa. 
 
O Fluminense volta a campo no próximo sábado, às 21h (horário de Brasília), contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. No mesmo dia, às 18h30, o Palmeiras recebe o Grêmio no estádio do Pacaembu. 
 
 
Goiás 1 x 2 Ponte Preta
Depois desta quarta-feira, a luta contra o rebaixamento é uma realidade que pertence muito mais ao Goiás do que à Ponte Preta. Mortal nos contra-ataques, a Macaca fez 2 a 1 no Serra Dourada, pela 26ª rodada, se afastou de vez da degola com a segunda vitória consecutiva e deixou o Esmeraldino ameaçado. Após entrarem em campo separados por três pontos, os times se distanciam não apenas na tabela, mas também no aspecto emocional. 
 
Biro Biro e Alexandro, em jogadas rápidas, uma em cada tempo, garantiram o triunfo e colocaram a Ponte com 34 pontos, a sete do Coritiba, que abre o Z-4 - ainda joga nesta quinta, contra o Flamengo, em Brasília. Já o Goiás sofre a segunda derrota seguida e, com 28 pontos, fica à beira da zona de rebaixamento. A bela cobrança de falta de Fred, que chegou a empatar a partida, não foi suficiente para impedir o resultado negativo. A Ponte foi mais efetiva e voltou a vencer como visitante depois de 100 dias - a última havia sido em 3 de junho, contra o Vasco, por 3 a 0. 
 
Em mais um duelo direto na parte de baixo da tabela, o Goiás tem pela frente o Joinville, domingo, às 11h, novamente no Serra Dourada. No sábado, às 21h, a embalada Ponte recebe um Fluminense em crise para consolidar a recuperação no Brasileiro. 
 
 
Joinville 1 x 1 Sport
Contraste de propostas que equivale no placar. O Joinville jogou sem a bola pela maior parte do tempo em vantagem no marcador. O Sport finalizou bem menos que o rival, mas conseguiu o gol na hora certa. Os mandantes da Arena Joinville tiveram sete arremates a mais que os rivais. Um deles, de Edigar Junio, abriu o placar ainda no primeiro tempo. Das seis chances do Leão bastou uma para que André decretasse o 1 a 1 final da noite desta quarta-feira.
 
O gol pernambucano, aos 44 do segundo tempo, representa igualdade também na tabela, com os times em situação similar a de antes de entrarem em campo.
 
O Joinville tenta acabar com a seca de triunfos no domingo, às 11h. A equipe catarinense enfrenta o Goiás no Serra Dourada. O Sport segue fora de Pernambuco. Também no domingo, mas às 16h, enfrenta o Vasco, no Maracanã.
 
 
Atlético-PR 1 x 2 Grêmio
O Grêmio venceu o Atlético-PR por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, no estádio Couto Pereira, com gols de Douglas e Luan. Ewandro descontou para o Furacão. A partida no estádio do rival ? em razão da realização do show do cantor Rod Stewart na Arena da Baixada ? deixou a equipe gaúcha tranquila na terceira colocação com 48 pontos. Para o Rubro-Negro, a segunda derrota seguida manteve o time com 38 pontos e mais distante da briga pelo G-4.
 
O Grêmio entrou em campo para deixar o Atlético-PR jogar e se aproveitar das poucas oportunidades criadas. Em toda a partida, a equipe gaúcha finalizou com perigo apenas três vezes, fez dois gols e resolveu a situação. Precisando do resultado, o Atlético-PR era puro ímpeto e pouca definição. O time chutou 16 vezes para o gol, mas apenas uma bola entrou mesmo com a blitz do Furacão nos minutos finais do segundo tempo. 
 
Na próxima rodada, o Atlético-PR joga o clássico com o Coritiba no domingo, às 18h30, no Couto Pereira. O Grêmio vai a São Paulo e enfrenta o Palmeiras no estádio do Pacaembu, sábado, às 18h30. 
 
 
Figueirense 0 x 1 Avaí
Clássico mexe não só com o emocional, mas no caso de Figueirense e Avaí, nesta quarta-feira, alterou diretamente a tabela. No Orlando Scarpelli, o Leão venceu por 1 a 0, com gol de Renan Oliveira, e trocou de posições na tabela com o rival, que agora entra na zona de rebaixamento do Brasileiro e chega a cinco jogos sem vitória.
 
René Simões não aguentou mais um revés alvinegro e foi demitido menos de duas horas depois do apito final.
 
Com o resultado, o Figueirense agora é o 17º e torce para o Coritiba não vencer nesta quinta-feira o Flamengo e evitar perder nova posição. O próximo desafio do Furacão é diante do Inter, sábado, em Porto Alegre. A vitória faz o Avaí chegar aos 29 pontos e saltar para 15º na tabela ? também seca o Coxa. O Leão volta a campo domingo, 16h, na Ressacada, contra o São Paulo. 
 
 
Internacional 2 x 1 Corinthians
Vencer o líder já seria legal para o Inter. Mas bater o melhor time do Brasileirão de virada, voltar a sonhar com a Libertadores e ainda quebrar uma invencibilidade de 17 jogos do rival é excelente. Com gols de Réver e Valdivia, o Colorado fez 2 a 1 no Corinthians, no Beira-Rio, na noite desta quarta-feira, pela 26ª rodada, com atuação contundente. Ao Timão, resta lamentar o fim da série invicta de quase três meses. Se não perdesse do Inter, igualaria marcas históricas de São Paulo, em 2008, e Atlético-PR, em 2004. Ao menos a situação na tabela continua confortável.
 
Para o Internacional, a vitória significa poder ficar a um ponto do G-4 ao final da rodada. Mas isso só ocorre se São Paulo e Flamengo perderem seus jogos na quinta-feira. E para o Corinthians, perder não mudou nada. Absolutamente nada. Com a derrota do Atlético-MG para o Santos, o Timão segue na liderança do Brasileirão com os mesmos cinco pontos de distância para o Galo.
 
Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Internacional recebe o Figueirense, sábado, às 18h30, no Beira-Rio. Já o Corinthians tem clássico contra o Santos, em casa, domingo, às 11h.
 
 
Cruzeiro 2 x 2 Vasco
Jogo movimentado e com várias chances para ambos os lados. Mas o empate por 2 a 2 na noite desta quarta-feira, no Mineirão, não foi bom para o Cruzeiro e nem para o Vasco na 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.
 
Com a igualdade, a Raposa chegou aos 30 pontos, três a mais do que o primeiro time na zona do rebaixamento (Figueirense). Já o Cruz-Maltino interrompeu a sequência de duas vitórias, atingiu os 20 pontos e segue na lanterna da competição. Rafael Silva (duas vezes), Willian e Alisson marcaram os gols do jogo.
 
O Vasco volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Sport, às 16h (de Brasília), no Maracanã. No mesmo dia, mas às 18h30 (de Brasília), o Cruzeiro encara a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó.
 
 
Santos 4 x 0 Atlético-MG
A derrota para a Ponte Preta no último domingo quebrou uma série de 13 jogos de invencibilidade do Santos. Na mesma oportunidade, o Atlético-MG viu a distância para o Corinthians aumentar após empate com o Cruzeiro. No encontro de alvinegros nesta quarta-feira, o Peixe deu show: com gols de Gabriel (dois), Ricardo Oliveira e Marquinhos Gabriel, goleou o Galo por 4 a 0 e ficou novamente a um ponto do G-4 do Brasileirão. 
 
O ataque santista protagonizou o duelo. Lucas Lima foi o garçom da noite, criando as jogadas para dois dos quatro gols do Peixe. Por outro lado, a defesa atleticana teve uma atuação a ser esquecida: deu liberdade para os donos da casa e teve influência direta no resultado.  O Peixe chegou aos 40 pontos e subiu para a sétima colocação do Brasileirão. Agora, torce contra  São Paulo e Flamengo, que jogam nesta quinta, para permitir que a distância para o G-4 continue em um ponto. Já o Galo segue com 49 pontos: se por um lado o time mineiro pode comemorar a derrota do Corinthians para o Internacional no Beira-Rio, por outro viu o Grêmio chegar aos 48 e encostar na disputa pela vice-liderança do torneio. 
 
Após vencer o segundo colocado, o Santos agora volta a campo contra o líder Corinthians, no próximo domingo, às 11h (horário de Brasília), na arena de Itaquera. Já o Atlético-MG encara o Flamengo, no mesmo dia, às 16h, no Independência.
 
 
Copa Sul-Americana 2015 (Segunda fase - jogos de volta)
Huracán-ARG* 1 x 0 Tigre-ARG (ida: 5 x 2)
Nacional-PAR 0 x 1 LDU-EQU* (ida: 0 x 1)
Santa Fé-COL* 0 x 1 Nacional-URU (ida: 2 x 0)
Independiente-ARG* 1 x 0 Arsenal de Sarandí-ARG (ida: 1 x 1)
*Classificado para as oitavas de final
 
Copa Rio 2015 (Primeira fase - 3ª e 4ª rodadas)
Bangu 3 x 2 Angra dos Reis
Duquecaxiense 0 x 1 Audax-RJ
Madureira 0 x 1 Barcelona-RJ
Portuguesa-RJ 1 x 1 Bonsucesso
Cabofriense 1 x 2 Nova Iguaçu
Friburguense 1 x 0 Resende
Volta Redonda 1 x 0 Boavista
 
Campeonato Pernambucano Série A2 2015 (Primeira fase - 7ª rodada)
Barreiros 1 x 5 Olinda
Araripina 1 x 0 Belo Jardim
Petrolina 1 x 1 Afogados
Íbis 2 x 0 Timbaúba
Vitória-PE 0 x 0 Ipojuca
 
Campeonato Amapaense 2015 (Semifinal - jogos de volta)
Independente-AP 1 x 1 Santos-AP* (ida: 0 x 2)
*Classificado para a final

Globoesporte.com