Meio Ambiente

Anastacianos tentam arrecadar recursos para cirurgia de sobrinha com doença rara

Roselaine Gonçalves é portadora da Síndrome de Arnold-Chiari tipo 1

20/02/2016 09:00


Angustiados com o sofrimento de uma sobrinha que possui uma doença rara, o casal anastaciano Sebastião Machado Gonçalves e Lizeti Maria Gonçalves busca meios para ajudar no tratamento de saúde dela. Eles procuraram a reportagem do site O Pantaneiro para pedir ajuda.
 
Roselaine Gonçalves, que mora atualmente em Porto Alegre (RS), é portadora da Síndrome de Arnold-Chiari tipo 1, doença pela qual apresenta uma mal formação do crânio que acontece na altura da junção entre o pescoço e a cabeça. A confirmação do diagnóstico foi feita em 2008, através de uma ressonância nuclear magnética.
 
Desde então, foram feitas cinco cirurgias para tentar obter um resultado melhor no tratamento de Roselaine, sendo a última delas, realizada em junho do ano passado, denominada craniectonomia, cirurgia de descompreensão do cerebelo no canal vertebral. O procedimento é conhecido por ser de alto risco, tendo oito mortes em cada 38 pacientes. Além disso, 26 deles sobrevivem com sequelas e dois permanecem em estado vegetativo.
 
No caso de Roselaine, ela não obteve nenhum resultado positivo com a craniectonomia e segue com os sintomas da Síndrome de Arnold-Chiari se agravando cada vez mais. A chance que lhe resta de tratamento e, principalmente, de cura é fazer a cirurgia de Secção do Filum Terminale, realizada apenas em Barcelona, na Espanha, com custo total de R$ 100 mil.
 
"Agora, junto com toda a família, estamos tentando conseguir arrecadar todo o recurso necessário para a cirurgia da nossa sobrinha", dizem Sebastião e Lizeti, que também estão organizando uma rifa. Mais informações pelos telefones (67) 9867-4013/8427-0627
 
Para quem quiser ajudar, seguem os números das contas bancárias.
 
Caixa Econômica
AG. 0615 OP:013
CC. 06802-6
Sebastião Gonçalves
 
Banco Santander
AG. 1094
CC. 01010423-1
Roselaine Gonçalves

da Redação