Em Aquidauana, mulher chama médico de 'moleque pentelho' e acaba na delegacia

Confusão ocorreu na madrugada desta quarta-feira. Mulher disse que irritação tem justificativa.

09/03/2016 10:05


Uma mulher, 52 anos, prestou esclarecimentos na Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, no início da madrugada desta quarta-feira (09), após se irritar com um jovem médico do Hospital Regional de Aquidauana.
 
De acordo com o boletim de ocorrência, o profissional, 24 anos, estava de plantão na unidade de saúde, no Bairro Guanandy, quando fez a denúncia por desacato. Ele disse que foi chamado de "moleque" e "pentelho" pela mulher e que, por causa do tumulto, precisou interromper os trabalhos no local.
 
A Polícia Militar foi acionada para comparecer ao local e entrou em contato com a paciente. Ela contou que se irritou porque havia pedido ao médico um atestado ou uma declaração de que esteve no hospital, mas ele se recusou a emitir os documentos.
 
O caso foi registrado como "desacato" e "perturbação do trabalho ou sossego alheios".

da Redação