Em melhor atuação do ano, São Paulo goleia Trujillanos e assume segundo lugar do Grupo 1

Calleri marca quatro gols em vitória por 6 a 0, assume artilharia da Taça Libertadores e ajuda Tricolor a ultrapassar River Plate-ARG no saldo

06/04/2016 08:35


Foi a noite perfeita. O jogo que o torcedor do São Paulo esperava desde o início da temporada. Pressionado por causa do mau início no Grupo 1 da Taça Libertadores da América, o time de Edgardo Bauza entrou em campo com a missão de vencer a qualquer custo. O Tricolor não apenas venceu como também fez a melhor atuação do ano. Com facilidade, goleou o Trujillanos, da Venezuela, por 6 a 0, e mostrou que está vivo na competição continental que o torcedor tanto gosta.
 
Se havia alguma possibilidade de drama no Morumbi, Calleri espantou logo aos 12 minutos do primeiro tempo, quando aproveitou o cruzamento da esquerda e balançou as redes. Aos 24, o São Paulo já vencia por 3 a 0. Kelvin marcou o segundo. João Schmidt, em uma linda jogada do ataque tricolor, ampliou.
 
Mesmo com a boa vantagem, o time de Bauza não tirou o pé. Envolvente no ataque, sequer levou sustos - muito também por causa da fragilidade do Trujillanos, da Venezuela. No segundo tempo, Calleri completou seu show.
 
O São Paulo teve pênalti marcado a seu favor logo aos três minutos, e Calleri encerrou o jejum. Aos 34, em nova cobrança, parou no goleiro, mas completou para as redes no rebote. Ainda deu tempo de o argentino marcou seu quarto gol na partida, pela primeira vez na carreira, e fechar a goleada.
 
A goleada por 6 a 0 contra o Trujillanos é histórica. Nunca antes o Tricolor havia conquistado uma vitória com tão larga vantagem de gols em Taças Libertadores. Os recordes anteriores pertenciam aos triunfos por 5 a 0 contra Jorge Wilstermann, em 1974, e contra o Bolívar, em 2013. Além disso, esta goleada foi a maior do São Paulo no ano e a maior, entre todos os clubes, nesta edição do torneio sul-americano.
 
A goleada desta terça deixou o São Paulo na segunda colocação do Grupo 1. O time de Edgardo Bauza chegou aos cinco pontos conquistados, ultrapassou o River Plate, que tem um jogo a menos, no saldo de gols e assumiu a segunda colocação.

Globoesporte.com