Moradores de Anastácio reclamam de constante falta de água no município

Segundo eles, o problema durou quase uma semana. 'Não aguentamos mais', reclama moradora.

11/04/2016 09:30


Moradores do Bairro Novo Horizonte, nos Altos de Anastácio, procuraram o site O Pantaneiro para reclamar dos problemados ocasionados pela constante falta de água na região. Da última vez, segundo eles, o serviço ficou interrompido por quase uma semana.
 
"De uns dias pra cá, vem acontecendo direto, mas o normal é faltar em um dia e voltar já no outro. Só que agora foi demais, cinco dias é muito tempo sem água, não aguentamos mais essa situação", reclama a manicure Ediclea Nunes, 33 anos.
 
Ela diz que não sabe mais a quem recorrer, já que a comunidade recebeu da Sanesul (Empresa de Saneamento do Estado de Mato Grosso do Sul) - empresa responsável - a informação de que o abastecimento voltou ao normal na última quinta-feira (07). Porém, conforme Ediclea, o serviço só foi restabelecido neste domingo (10).

"Apesar disso, a água só sobe para a caixa [d'água] de madrugada. Quando é de dia, ela chega sem força para subir", pondera a manicure.
 
Durante o período sem água, Ediclea diz que precisou tomar banho na casa do pai, além de ter que gastar com galões de 20 litros de água mineral. As filhas dela chegaram a deixar de ir à escola, por conta da falta de água para banho. Moradores de outros bairros afirmam enfrentar os mesmos tipos de transtorno.
 
"Ainda tive outro prejuízo grande, pois estou mexendo com obras aqui em casa e pagando os pedreiros por diária, mas a falta de água atrasou todo o serviço. Paguei um dia para eles ficarem parados", lamenta a a manicure.
 
A reportagem do site O Pantaneiro tentou entrar em contato, via telefone, com o escritório da Sanesul em Anastácio, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria.

da Redação