Governo e instituições elaboram plano de identificação individual de bovinos em MS

02/12/2016 08:26


O Secretário de Produção e Agricultura Familiar, Fernando Mendes Lamas, reuniu na última quarta-feira (30), o grupo de trabalho formado para discutir as ações que serão executadas após a conclusão dos trabalhos de identificação individual dos bovinos da região de fronteira ? com previsão de conclusão em março de 2017 pela Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro).
 
O objetivo, segundo Lamas, é a elaboração de uma proposta que será levada a apreciação do Governador Reinaldo Azambuja, oferecendo alternativas para o trabalho, ação diretamente ligada ao compromisso assumido com a OIE e que resultou recentemente na reabertura das exportações de carne bovina da fronteira pela União Europeia.
 
Com a presença de representantes de algumas das principais instituições representativas do setor produtivo, o encontro foi marcado pela preocupação em não descontinuar as ações que levaram Mato Grosso do Sul a conquistar a excelência dos serviços de sanidade, o fim das restrições na ?Zona de Alta Vigilância?, a ZAV ? formada na região de fronteira quando ocorreram casos de febre aftosa, há dez anos ? e pelo status de ?livre de febre aftosa sem vacinação?.
 
Para o Secretário Fernando, a conclusão do processo de identificação dos bovinos nos municípios de Porto Murtinho e Bela Vista até março do próximo ano finaliza um ciclo que, além do compromisso com a OIE, traz em seu bojo a responsabilidade do Estado com a segurança sanitária da carne aqui produzida. ?As conquistas alcançadas são fruto de um esforço conjunto de Governos, entidades ligadas ao setor e principalmente dos produtores, que entenderam a importância do combate ostensivo a febre aftosa?. Completou.

Notícias MS