Policial

Polícia prende grupo que roubava veículos e fazia donos reféns em MS

Quatro suspeitos foram apresentados à imprensa nesta terça-feira (6). Delegado afirma que roubos eram encomendados de dentro de presídio.

06/12/2016 15:09


Quatro homens com idades entre 18 e 26 anos foram presos suspeitos de roubar quatro veículos, no mês de outubro em Campo Grande. Além disso, os suspeitos faziam as vítimas reféns. O grupo foi apresentado a manhã desta terça-feira (6).
Dois adolescentes de 16 anos foram apreendidos por envolvimento nos crimes. De acordo com a polícia, os veículos seriam levados para a Bolívia, mas dois carros foram recuperados.

O delegado da Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (Defurv), Gustavo Ferraris, um detento de 26 anos, que cumpre pena por tráfico de drogas, roubo e porte ilegal de arma de fogo no Presídio de Segurança Máxima da capital sul-mato-grossense, determinava por telefone, qual veículo deveria ser roubado.
 
Cada integrante do grupo tinha uma função específica. Um homem de 20 anos, apontado como o responsável de comandar as ações, foi preso no último sábado (3). Por meio dele, os investigadores chegaram aos outros suspeitos.

Os outros homens e os dois adolescentes se revezavam entre as abordagens das vítimas e a supervisão nos cativeiros. Um dos suspeitos de 18 anos está foragido.
?A quadrilha é muito violenta. As vítimas eram agredidas, ameaçadas com revólver, eram levadas nos porta-malas dos veículos para o cativeiro. As pessoas eram mantidas no meio do mato, amarradas com cadarço, pano, tudo. Em um dos casos o rapaz errou a senha do cartão de crédito e apanhou muito. As pessoas geralmente eram rendidas ao chegar em casa ou quando estavam saindo de barzinhos?, afirmou o delegado Gustavo Ferraris.

Os suspeitos foram indiciados por roubo, qualificado por emprego de arma de fogo, restrição de liberdade das vítimas, associação criminosa e corrupção de menores. Com a apresentação da quadrilha, a polícia espera que os suspeitos sejam reconhecidos pelas vítimas de outros roubos.

Casos
 
Na noite do dia 7 de outubro, um comerciante de 49 anos estava chegando em casa, no bairro Vilas Boas, quando foi rendido por uma dupla armada. O homem conseguiu correr e se trancar na residência. Os ladrões fugiram com o veículo.
Na madrugada do dia 9 de outubro, um rapaz de 23 anos e outro de 22 estavam saindo de um bar, no Jardim dos Estados, quando dois ladrões armados com revólveres entraram pelas portas de trás do veículo. As vítimas foram levadas no porta-malas, para um matagal na Chácara dos Poderes, onde foram vendadas, amordaçadas e agredidas.
No mesmo dia, por volta das 23h (de MS), um casal de amigos estava saindo de uma conveniência, foi rendido pelos ladrões e colocados no porta-malas do veículo. As vítimas conseguiram pular do carro no momento em que os ladrões pararam em um semáforo.
No dia 19 de outubro, outro casal que estava saindo de um bar, na região central de Campo Grande, foi rendido pelos assaltantes armados, que fugiram com o carro. O veículo seria levado para a Bolívia, mas foi abandonado na cidade de Miranda, porque furou um dos pneus. Esse caso foi investigado pela Derf.

Globo