homicídio

Duplo homicídio na fronteira expõe fragilidade da Polícia

04/03/2017 10:16


A execução de Marta Ferreira dos Santos, 22, e Rodrigo Vider, 26, nesta sexta feira, 03, em um barraco situado em área invadida da antiga Estação Ferroviária de Ponta Porã, aumentou o assombro da população local.

Segundo o site Porã News, tem sido comum verificar-se homens transitando até com armas de guerra pelas ruas, para cometerem homicídios tanto nos bairros como no centro da cidade. 

Para o órgão informativo, os assassinatos na fronteira deixam em evidência a falta de comando das autoridades, incapazes de frear a onda de violência contra o cidadão de bem na forma de homicídios, furtos e roubos.

As mais recentes vítimas desta onda de violência eram usuários de drogas e já se envolveram em furtos e roubos. Eles foram executados a tiros, ironicamente a poucos metros do Batalhão da Policia Militar.