Fronteira

Em ataque com morte pistoleiros alvejam uma família

Jovem que perdeu o irmão há pouco mais de um mês recebe tiro fatal

19/03/2017 01:38


A violência na fronteira Brasil-Paraguai, entre Ponta Porã e Pero Juan Caballero, teve mais um capítulo na noite deste sábado, 18.  Quatro integrantes de uma mesma família foram alvos de um ataque deflagrado por pistoleiros que estavam a bordo de uma caminhonete Fiat Strada, cor branca. Eles chegaram, e sem uma palavra, dispararam vários tiros de pistola 9mm.

Segundo a Policia paraguaia, Carlos Alberto Villalba Montiel, 46, seu filho Carlos Villalba Sanguina, 23,  Amélia Sanguina, de idade não identificada e Estela Sanguina, de 46 anos, estavam sentados, na frente de um comércio familiar, na Rua Ramon  Gil Sanchez, no Bairro Maria Vitória, em Pero Juan, quando os pistoleiros apareceram.

Sem qualquer possibilidade de reação, todos foram feridos, sendo que o jovem Carlos Sanguina morreu a caminho do Hospital Regional da cidade paraguaia, onde as duas mulheres também foram encaminhadas, uma com um tiro alojado na região da coluna e outra com um tiro no pé. Seu pai, Carlos Alberto foi encaminhado a uma Clínica particular, pela necessidade de atendimento especializado.

Numa primeira linha de investigação a Polícia trabalha com a possibilidade de ligação entre este atentado e a morte de dois cidadãos paraguaios na cidade sul-matogrossense de Paranhos, no dia 25 de janeiro deste ano.  Um dos mortos, Juan Carlos Villalba Sanguina, ex-policial, era filho de Carlos Alberto e irmão do jovem Carlos  Sanguina, que agora também perdeu a vida.  


Redação