Aquidauana

Puccinelli mantém expectativa sobre volta ao governo e descarta o Senado

Ex-governador visitou Aquidauana ontem à noite para definir articulações do partido

21/03/2017 15:01


O ex-governador André Puccinelli (PMDB) ainda faz suspense sobre sua possível candidatura ao governo do Estado em 2018. Durante visita realizada na noite desta segunda-feira (20), ao município de Aquidauana, o pmdbista foi taxativo em dizer que sua participação no próximo pleito não está descartada, mas ainda não pode ser dada como certa.


Na presença de aliados políticos e filiados ao partido, Puccinelli disse “que há uma chance em mil”, de ele volte a disputar a preferência do eleitor sul-mato-grossense nas urnas. “Eu não sou candidato, não estou em campanha. Estou aqui por Aquidauana”, disse o ex-governador, em breve discurso durante o encontro organizado pelo presidente do diretório municipal da legenda, Paulo Reis.


Segundo o líder do PMDB no Estado, o partido já construiu nomes que podem se transformar em novas lideranças, citando nome como o da senadora Simone Tebet e de Waldemir Moka, além do deputado estadual Márcio Fernandes. Sobre Fernandes, Puccinelli ressaltou o crescimento do deputado em votos passado de cerca de 9 mil votos no primeiro mandato e superando os 24 mil no terceiro.

O que é certo é que o ex-governador não será candidato ao Senado. “Eu gosto de Brasília, é uma cidade impessoal. Quero ficar na minha Capital, no meu Estado”, afirmou, reforçando os laços afetivos e familiares com Mato Grosso do Sul. Puccinelli contou aos correligionários que será vovô pela quinta vez.


Em um de seus compromissos na passagem pela cidade, que incluiu uma reunião com o prefeito Odilon Ribeiro (PSDB), o ex-governador chegou a adiantar que fara o anúncio um dia antes do seu aniversário, no dia 2 de julho, sem confirmar que essa será mesmo a data da divulgação oficial de sua provável candidatura.


Da Redação