Crime ambiental

PMA autua proprietário rural em R$ 30 mil por incêndio de vegetação nativa

A queima controlada está proibida no Estado, até o fim de setembro em qualquer área e até 31 de outubro no Pantanal

21/09/2018 10:02


Durante fiscalização nas propriedades rurais de Rochedo, Policiais Militares Ambientais de Campo Grande flagraram em uma fazenda, localizada a 15 km do município ontem (20), um desmatamento de vegetação de cerrado de 30 hectares e incêndio de tocos e vegetação em leiras. A supressão vegetal era autorizada, porém, o fazendeiro realizou a queima do material lenhoso em leiras, sem autorização do órgão ambiental competente.

O infrator possuía uma autorização ambiental eletrônica do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) para efetuar a queima, que estava vencida desde o mês de janeiro. A queima controlada está proibida no Estado, até o fim de setembro em qualquer área e até 31 de outubro no Pantanal.

Contra o infrator (41), residente em Campo Grande, foi expedido auto de infração administrativo e arbitrada multa de 30 mil reais.


Redação com Assessoria