Política

Para valorizar e qualificar trabalhadores, Mochi vai garantir CNH pela metade do preço

A medida também vai valer para quem for alterar e categoria A, B, C, D e E, desde que seja comprovadamente para reinserção ao mercado de trabalho

24/09/2018 14:01


Com as recentes mudanças impostas pela legislação de trânsito, o preço para quem vai tirar a primeira CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou simplesmente precisa mudar de categoria tornou-se algo quase inacessível. Com milhares de cidadãos atingidos, Junior Mochi (MDB), candidato ao Governo de Mato Grosso do Sul, surge com uma proposta nova: oferecer habilitação pela metade do preço.

Mochi quer implantar no Estado, o CNH Social. Esse projeto vai beneficiar trabalhadoras e trabalhadores com renda de até dois salários mínimos e que dependam dela para trabalhar.

A medida também vai valer para quem for alterar e categoria A, B, C, D e E, desde que seja comprovadamente para reinserção ao mercado de trabalho. Com esse projeto, Mochi pretende fazer justiça social. “Investir na qualificação e no crescimento pessoal das pessoas é investir no futuro do Estado. Conto com o seu apoio”, ressalta o Junior Mochi.


Assessoria