Esporte

MS entrou no circuito nacional de grandes eventos esportivos

27/09/2018 10:14


Depois de passar por jejum de seis anos sem receber importantes competições esportivas, Mato Grosso do Sul foi duas vezes sede do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia Open e etapa do Rally dos Sertões, uma das maiores provas off-road do mundo, e entra de vez no circuito nacional de grandes eventos.

A atuação do governo do Estado foi fundamental para trazer torneios para o Estado, garantindo visibilidade nacional. Os melhores atletas de vôlei do Brasil competiram em Campo Grande no ano de 2016, na arena montada no Parque das Nações Indígenas. A etapa sul-mato-grossense do Open de Vôlei de Praia fez tanto sucesso que a competição voltou em 2017.

No automobilismo, a receptividade do Estado também trouxe bons frutos. A edição histórica de 25 anos do Rally dos Sertões, realizada em 2017, teve as cidades de Coxim, Aquidauana e Bonito como etapas. Depois de largar em Goiânia (GO), pilotos de todo o Brasil chegaram na cidade do Rio Formoso numa grande festa. O sucesso foi tanto que a organização do evento anunciou que o Rally dos Sertões volta ao Estado em 2019.

Os grandes eventos esportivos unem a população e beneficiam também o turismo local e regional. O município de Jardim, recentemente foi palco dos Jogos da Melhor Idades, que contaram com a participação de delegações de 26 municípios, e mais de 400 desportistas acima de 60 anos, nas modalidades bocha e voleibol adaptado. E em Campo Grande e Dourados aconteceu o Festival Paralímpico, , proporcionando a experimentação esportiva a cerca de 7.200 crianças, com faixa etária de 10 a 17 anos. Foram 300 participantes, 70% com deficiência física, visual ou intelectual e 30% sem deficiência.

Outra grande ação em benefício do esporte sul-mato-grossense foi a destinação, também pelo governo do Estado, de R$ 2,3 milhões para a revitalização do Guanandizão, o maior ginásio do Estado.  Histórico, o espaço já sediou grandes competições e eventos, como os jogos entre Brasil e Portugal, pela Liga Mundial de Vôlei, em 2004, e show de Roberto Carlos.

E o Estádio Pedro Pedrossian (Morenão), da UFMS, teve garantidos recursos dos cofres estaduais para obras de adequações, que garantiram a reabertura do local em 2017 para partidas de futebol. Por meio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer do Estado), Mato Grosso do Sul ainda realizou jogos escolares e universitários, pagou bolsa-atleta, entregou kits esportivos proporcionou ações de lazer à população.


Assessoria de Comunicação