Política

Reinaldo Azambuja e Jair Bolsonaro estão juntos no segundo turno

Reinaldo lembrou que o PSDB esteve coligado com o PSL em Mato Grosso do Sul

08/10/2018 14:45


O governador e candidato à reeleição Reinaldo Azambuja (PSDB) declarou apoio à candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República. “Nossa militância vai apoiar; eu vou apoiar”, afirmou. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (8), pós-primeiro turno das eleições de 2018.

Reinaldo lembrou que o PSDB esteve coligado com o PSL em Mato Grosso do Sul. “Tínhamos dois candidatos, Geraldo [Alckmin] e [Jair] Bolsonaro. Agora, com certeza, estamos com o candidato que foi para o segundo turno”, ressaltou.

Em MS, a coligação de Reinaldo Azambuja teve apoio do DEM, PP, PSD, PATRIOTA, PPS, PROS, SD, PSB, PTB, AVANTE e PMN nas eleições majoritárias, ou seja, para governador e senadores. Nas eleições proporcionais, o partido ainda somou com o PMB e o PSL.

Registrada com o nome “Avançar com Responsabilidade”, a coligação teve duas chapas para deputados federais e três para deputados estaduais. Pela aliança com o PSDB foram eleitos um senador, seis deputados federais e 16 parlamentares estaduais.

Conquistaram vagas na Câmara dos Deputados: Rose Modesto (PSDB), Fábio Trad (PSD), Beto Pereira (PSDB), Tereza Cristina (DEM), Tio Trutis (PSL) e Dr. Luiz Ovando (PSL).

Para a Assembleia Legislativa se elegeram Capitão Contar (PSL), Coronel Davi (PSL), Onevan de Matos (PSDB), Zé Teixeira (DEM), Lídio Lopes (Patriota), Paulo Corrêa (PSDB), Felipe Orro (PSDB), Barbosinha (DEM), Marçal Filho (PSDB), Professor Rinaldo (PSDB), Londres Machado (PSD), Neno Razuk (PTB), Herculano Borges (SD), Gerson Claro (PP), Evander Vendramini (PP) e Lucas de Lima (SD).


Assessoria