Aquidauana

PMA prende e multa em R$ 5 mil dois pescadores no rio Aquidauana

Suspeitos estavam com 183 quilos de pescado

31/10/2018 15:21


Policiais Militares Ambientais de Aquidauana que trabalham na operação pré-piracema organizaram uma operação, contando com viaturas terrestres e uma embarcação especial, para prender homens que estariam praticando pesca predatória na região da cachoeira do Serrano (local onde a pesca é proibida), localizada no rio Aquidauana, no Distrito de Piraputanga.

A estrutura operacional foi montada, no sentido de dificultar a fuga dos elementos pelas matas, ao avistarem a fiscalização, fato comum na região, devido à vegetação fechada. Ontem (30), dois pescadores foram presos após tentarem fugir pulando no leito do rio e sair para a vegetação da outra margem, ao avistar a embarcação da PMA, porém, foram presos por uma equipe em terra.

Um terceiro homem conseguiu escapar da fiscalização jogando-se no rio e saindo por um lado onde não havia equipe. Eles utilizavam petrecho proibido (tarrafa) e provavelmente capturariam todo um cardume que estava na cachoeira, se a PMA não os tivesse prendido.

Com os autuados, de 33 e 43 anos, residentes em Aquidauana, foram apreendidos 183 kg de pescado das espécies Pintado e Cachara. Eles receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, onde foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e saíram depois de pagar fiança. Os infratores também foram autuados administrativamente e multados em um total de R$ 5.040,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas, depois de periciado.


Da Redação