Aquidauana

Produzido em Aquidauana, Requeijão Pantaneiro é finalista de Concurso de Queijos de todo o Brasil

Dona Vânia Murano, da Pousada Aguapé é a responsável pela produção artesanal do queijo

22/10/2019 18:10


Há mais de 10 anos, dona Vânia Alves Corrêa Murano, 65 anos faz em sua própria fazenda, a Pousada Aguapé, requeijão cremoso. Chamado carinhosamente de “Requeijão Pantaneiro”, dona Vânia diz que o procedimento, que é totalmente artesanal, surgiu decorrente de infinitas receitas de família, até chegar ao ponto que está.

“A gente testou várias receitas de minhas avós, tias e depois de muito erro e acerto chegamos a essa consistência, maravilhosa”, disse em entrevista exclusiva ao O Pantaneiro.

A boa nova é que o Requeijão Pantaneiro foi um dos finalistas no V Prêmio Queijo Brasil 2019, concurso realizado em Florianópolis/SC. “Ganhei medalha de prata e ao final, os jurados vão dar uma avaliação do nosso produto, estou neste aguardo”, contou dona Vânia, que ficou com medalha de prata entre os 700 queijos de todo o Brasil.

Ao perguntarmos sobre o procedimento do queijo, a dona da ideia dá o passo a passo: “Fazemos todo o processo artesanalmente, a partir do leite cru, deixamos curar em fermentação natural por 24 horas, depois passamos o queijo na própria gordura e por fim, lavamos a massa com o próprio leite”.

Fazendeira e natural de Aquidauana, dona Vania sentiu a necessidade de produzir o requeijão para os próprios hospedes de sua Pousada, a Aguapé. “Quando pensei em fazer a produção de requeijão era apenas para servir na pousada, aos nossos hospedes no café da manhã; mas eles insistiam em querer levar que providenciamos uma produção em maior quantidade”, lembra.

Vale ressaltar que a Pousada encomendou bolsas térmicas personalizadas para os clientes levarem o requeijão pantaneiro e o doce de leite caseiro que eles produzem.

Sobre a sua produção, dona Vânia diz que esta entrando na “envelhecência” e não consegue fazer produção em grande escala, mas que sente-se viva, produzindo de maneira artesanal e ainda ganhando premio. “Requeijão remete a infância, eu comia muito e gosto...comecei a fazer aqui em pequena escala e vou continuar comercializando de maneira artesanalmente, porque é o que a minha idade permite”, finaliza.

A Pousada Aguapé fica a 60km de Aquidauana e a 198km da Capital de Mato Grosso do Sul. Já o Requeijão Pantaneiro é vendido em alguns armazéns de Aquidauana e Campo Grande apenas por 500 gramas.

Pousada Aguapé, lugar onde é produzido o Requeijão Pantaneiro

Carol Alencar