Aquidauana

PM matou policial por ciúmes, atirou com a vítima caída e tentou enforcá-la

Vítima e autor já tinha histórico de desavenças

25/10/2019 07:25


Informações da Polícia Civil apontam que o soldado da Polícia Militar Izaque Leon Neves, de 33 anos, matou o cabo da Polícia Militar Ambiental Jurandir Miranda, de 47 anos, em Aquidauana, por ciúmes. A vítima estaria se relacionando com a ex-mulher de Izaque que não aceitava o fim do relacionamento. O autor chegou a atirar com a vítima já caída e tentou enforcá-la no local.

Conforme boletim de ocorrência, Izaque estava em sua lanchonete no bairro Santa Terezinha, na noite desta quinta-feira, quando Jurandir passou pelo local e parou sua moto Yamaha XTZ 125 na frente do estabelecimento. Testemunhas disseram que Izaque se levantou da cadeira, sacou uma pistola e atirou várias vezes contra Jurandir que ainda estava sobre a moto.

A vítima caiu ferida e o soldado da PM continuou atirando e em seguida se aproximou e tentou enforcá-la, mas foi impedido por outro PM que passava pelo local. Este PM desarmou o autor que conseguiu fugir e até o momento não foi identificado. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas morreu no hospital.

Nas imediações da lanchonete foram encontradas seis cápsulas de pistola calibre.40. A Polícia Civil informou que Izaque não aceitava a separação e por diversas vezes se desentendeu com Jurandir, tanto que já houve registro de desavenças e várias trocas de ameaças entre os dois policiais. Ambos, inclusive, chegaram a receber punições militares por conta dessa rixa.

 


Da Redação