BR-262

Condutor foge e ao parar revela sequestro e cárcere privado de vítimas

Cativeiro seria em Nova Andradina

26/10/2019 07:49


Durante patrulhamento tático motorizado pela BR 262, realizado na noite desta sexta-feira (25), foi visualizado o veículo Ford/Ka de placas de Campo Grande/MS, que seguia de Miranda/MS sentido Corumbá/MS, que ao ser dado sinal de parada através de sinais luminosos e sirenes, o condutor empreendeu alta velocidade fazendo manobras perigosas (ultrapassagem em local proibido, tirando um veículo que seguia em sentido contrário para fora da pista; que ao aproximar da cabeceira da ponte sobre o rio Paraguai, o condutor acessou por uma estrada de terra em alta velocidade, parando o veículo em baixo da ponte, em seguida os dois ocupantes desceram na tentativa de fuga a pé, porém, foram contidos neste momento, sendo necessário uso da força para a contenção e algemamento dos dois ocupantes do referido veículo.

O condutor foi identificado como I. L. P. G. D., de 23 anos, e o passageiro como sendo V. H. O. B. (13 anos).

Em entrevista, os ocupantes do veículo apresentaram informações divergentes quanto à viagem para Corumbá, bem como, quanto à propriedade do veículo.

Após diversas contradições, o condutor, sr. I. L. P. G. D., achou por bem informar que havia combinado com uma pessoa de nome Zé Felipe para deixar o veículo na cidade de Corumbá, e que uma pessoa de nome Pedro havia repassado o veículo para ele e para o menor  V. H. O. B. na noite de ontem, na cidade de Batayporã/MS, e que ao chegar no local onde o veículo estava estacionado, o seu comparsa, V. H.O.B., já estava presente para iniciarem a empreitada.

I. L. P. G. D. também informou que em seu poder estava o cartão da vítima com a senha, e que durante a viagem, realizaram vários pagamentos de despesas utilizando o cartão da vítima, como por exemplo, para abastecimento e alimentação.

Foi solicitado via C3R que fizesse contato com o proprietário do veículo, sendo que após contato com um parente do proprietário, fomos informados que o condutor do veículo, sr. P. R. S. e sua esposa, a Sra. A. L. P., estavam desaparecidos desde o dia 23 deste mês; que a comunicante foi orientada a registrar um Boletim de Ocorrência, comunicando o desaparecimento;

Diante dos fatos, esta equipe deslocou para a Delegacia da Polícia Civil de Corumbá, sendo realizado contato pelo chefe da Delegacia PRF, com o Dr. Alex a informando a respeito da ocorrência.

Na delegacia, a ocorrência foi apresentada para o Delegado de Plantão Dr. Willian e, questionado sobre as vítimas, o conduzido I. L. P. G. D.  informou que sabia que as vítimas estavam mantidas em cativeiro, na cidade de Nova Andradina, e que o combinado era que ele iria avisar os comparsas quando estivesse retornando de Corumbá, para que as vítimas fossem liberadas. Após nova entrevista a V. H.O.B., o conduzido informou às equipes, que também sabia que o veículo era produto de ilícito, e que também estaria ganhando a quantia de mil e quinhentos Reais para acompanhar I.L.P.G.D. na empreitada. I.L.P.G.D também informou qual o local provável do cativeiro.

Ato contínuo, o Delegado entrou em contato com a equipe da Polícia Civil de Nova Andradina - cujo apoio foi vital, e que após diligências encontraram o local do cativeiro, resgatando assim as vítimas, que se encontravam amarradas, porém, sem êxito, até o momento, da captura dos demais envolvidos. 

Diante dos fatos, esta equipe deu continuidade aos procedimentos para a lavratura do flagrante.

No veículo, foi encontrado um cartão de crédito do Banco Bradesco, bandeira visa, com os dados apagados (número e nome) e uma mochila com roupas.

 


Da Redação com PRF