Fronteira

Em 48 horas, quinto assassinato é registrado em Ponta Porã

Desta vez, morte aconteceu no bairro Guy Vilela, em Ponta Porã

27/10/2019 07:40


Na noite deste sábado (26), foi registrado o quinto assassinato em um intervalo de 48 horas na divisa entre Pedro Juan Caballero, no Paraguai, e Ponta Porã. Desta vez, o c crime ocorreu no lado brasileiro e uma pessoa foi assassinada nas imediações de uma igreja católica no bairro Guy Vilela.

As primeiras informações indicam que o autor estava em uma motocicleta, quando alvejou a vítima. Em virtude do crime, o trânsito ficou parado. Francisco André Andrade de Freitas caminhava pela Rua Vital Brasil quando, após cerca de três quadras, foi alcançado por um motoqueiro que passou e começou a disparar.

Freitas correu por cerca de mil metros, mas foi alcançado nas imediações da igreja, onde foi morto. Não há informações se a vítima tinha relação com o crime organizado –principal patrocinador da onda de violência na região. 

Na sexta-feira (25), três pessoas foram assassinadas em Pedro Juan –uma quarta pessoa, também do lado paraguaio da fronteira, foi executada na quinta-feira (24). A última vítima foi Emanuel Días Gómez, 23, atacado por pistoleiros no bairro Virgem de Caacupé. Ele teria relação com o traficante Elton Rumich da Silva, o Galã, apontado como liderança do PCC (Primeiro Comando da Capital) na fronteira, preso desde 2018 e suspeito de ter comandado a execução de Jorge Rafaat Toumani em 2016.

Luís Alberto Gimenez, 52, primo em segundo grau do narcotraficante brasileiro Jarvis Gimenes Pavão, e o suboficial da Polícia Nacional Dario Milciades Morinigo Acosta, 30, foram executados a tiros na casa do primeiro, no bairro San Antonio, em Pedro Juan Caballero, também durante o sábado.

Outro crime na região de fronteira foi registrado no sábado, mas em Bella Vista Norte, fronteiriça com Bela Vista –a 322 km de Campo Grande. Segundo o site Capitanbado.com, Marcial Blanco foi morto a tiros na colônia San Isidro Labrador. Não há mais informações sobre o crime.

 


Da Redação