Turismo

Prêmio Piraputanga homenageia os primeiros empresários que alavancaram turismo em Bonito

25/11/2019 13:13


Na segunda metade da década de 1990, quando a região sob a influência do Rio Formoso tinha cerca de 15 propriedades rurais e quase nenhum atrativo turístico em razão da precária infraestrutura energética na área rural de Bonito, Waldemar Martins, pai do jornalista Bosco Martins, liderou grupo de empresários locais, entre eles o ex-prefeito Nercy Soares dos Santos, e fez, em cartório, a doação da primeira rede de distribuição de energia.

O gesto, que teve a adesão dos precursores do desenvolvimento do município, permitiu a expansão do turismo. O número de propriedades ao longo da chamada rodovia do turismo quase que quintuplicou, transformando Bonito em um dos principais destinos do ecoturismo do Brasil.

A iniciativa terá agora o reconhecimento materializado através do Prêmio Piraputanga, que vai homenagear os precursores, entre outras personalidades e autoridades, como o governador Reinaldo Azambuja e o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

O Troféu Piraputanga de Turismo será entregue nesta segunda-feira (25) pela Mídia Brasil Associados. Entre os precursores, que 20 anos atrás vislumbraram o potencial turístico e investiram na construção de empreendimentos nas áreas urbana e rural, dando norte ao desenvolvimento econômico e social de Bonito, está Guilherme Póli, do Resort Zagaia Hotel. As famílias de Póli e Waldemar Martins e o filho Bosco Martins iniciaram seus empreendimentos na mesma época. A família Martins construiu o Rio Formoso Hotel Fazenda, desencadeando naquela década a exploração dos balneários na região.

Em cooperação com os produtores rurais, puxaram o linhão que viabilizou a instalação dos dois principais hotéis fazenda de Bonito, o Hotel Fazenda Cachoeira, de Afrânio Jacques e família, e o Rio Formoso Hotel Fazenda.

Esses empreendimentos foram os principais vetores de desenvolvimento turístico do Rio Formoso e colaboraram para o “boom” de visitações naquela região, onde atualmente passam mais de 100 mil turistas por ano. Junto com o Balneário do Sol do ex-prefeito Nercy Soares, e a Ilha do Padre, do Padre Rossevelt, os dois empreendimentos inovaram no turismo rural, inaugurando na região do rio Formoso o caminho da Ponte do Hormínio, antiga estrada da Ilha do Padre, que hoje é conhecida como Rodovia do Turismo.

Autoridades também são homenageadas

Além dos precursores do turismo, autoridades e personalidades que contribuíram ao desenvolvimento de turismo e expansão da atividade turística na região também serão homenageados.

Estão sendo agraciados com o Prêmio Piraputanga:

Reinaldo Azambuja – Governador de MS; Marcelo Álvaro Antônio – Ministro do Turismo; Jaime Verruck – Secretário da SEMAGRO; Paulo Corrêa – Presidente da Assembleia Legislativa de MS; Carlos Marun – Conselheiro da ITAIPU; Walter Carneiro Jr. – Diretor Presidente da SANESUL; Kazuto Horii – Prefeito de Bodoquena; Odilson Arruda Soares – Prefeito de Bonito; Derlei Delevatti – Prefeito de Porto Murtiinho; Tania Van der Sand – Hotel Marruá; Glaucir Vanzella – Vanzella Turismo; Carlos Eduardo Rodrigues – Nascente Azul; Restaurante Juanita; Ângela Quartim Barbosa – Cachoeira da Boca da Onça; Emellee Orro – Fazenda Ceita Corê; Rosanne Simões Pedroso – Agência Viva Bonito; Celso Póli – Zagaia Eco Resort; Nercy Soares dos Santos – Ex-Prefeito de Bonito; Waldemar Martins (in memoriam) – Professor Ambientalista; Nelson Cintra – Empresário e Ex-Prefeito de Porto Murtinho; João Henrique Ruas Coelho – Pousada Olho D’Agua; Pedrinho da Marambaia – Vereador de Bonito; Antonio Rufo Vinagre – Secretário de Relações Institucionais do Pantanal; Carlos Alberto Heyn – Secretário de Turismo e Desenvolvimento de Porto Murtinho; Juca Ygarapé – Ygarapé Tour; e Augusto Mariano – Secretário de Turismo de Bonito.


Portal da Educativa