Conquista

Para intérprete de LIBRAS, ter uma data no Calendário Estadual é a valorização de uma luta

Agora, todo dia 30 de setembro será comemorado o Dia do Tradutor Intérprete de LIBRAS

20/12/2019 15:15


Nesta semana, foi publicado no DOE (Diário Oficial Eletrônico) de Mato Grosso do Sul a oficialização do Dia Estadual do Interprete de LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), que será comemorado todo 30 de setembro. Para o professor intérprete, Michel Estadulho, é uma data para ser lembrada como o dia da vitória de uma luta.  

Michel conta que sua história com a língua começou em 1997. Morador de Aquidauana, ele já era amigo de algumas pessoas surdas, em que a comunicação era por sinais que levavam a interpretação, como mímicas. “Fui convidado por eles para ver um vídeo, na época fita cassete, e ali fiquei maravilhado em ver pela primeira vez uma comunicação clara e perfeita, que era na celebração de um casamento de um tradutor de Campo Grande”, lembra perfeitamente.

Aquela tarde marcou o início de uma trajetória! Michel foi até o tradutor campo-grandense, que ministrava aulas em uma igreja na região central da Capital. Ele podia frequentar as aulas durante os fins de semana, tendo que se deslocar para lá toda semana. Segundo suas palavras, a sua mente “se embriagava” com tanto conhecimento.

“Voltando para casa, busquei vários surdos e suas famílias para transmitir a eles tudo que fluía em minhas mãos. Assim quando me dei conta já tinha me tornado intérprete na igreja, no hospital, na delegacia, banco, fórum, em reuniões de família, qualquer lugar que o surdo necessitasse de um tradutor intérprete”.

Mas não foi tão simples ser reconhecido como tradutor, mesmo sendo o pioneiro em tradução nos municípios de Aquidauana, Anastácio, Miranda, Jardim e Bodoquena. Michel entrou nas escolas em 2004, mas era registrado na folha de pagamento como auxiliar de serviços gerais. Ele só foi reconhecido como intérprete no ano seguinte, quando começou a atuar no ensino estadual.

Em 2013, o professor foi aprovado no concurso do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul). “Minha luta e propagação desta língua vem desde a primeira vez que vi uma comunicação com as mãos, corpo e mente, sem som, onde um povo se faz entender e ser entendido. Amo o que faço e me realizo com essa missão levar a Libras a todos que necessitam”, concluiu Michel. 

 

Conforme publicação, na página 5 do DOE da última terça-feira (17), fica incluído no Calendário Oficial de Eventos do Estado de Mato Grosso do Sul, instituído pela Lei nº 3.945, de 4 de agosto de 2010, o Dia Estadual do Tradutor Intérprete da Língua Brasileira de Sinais – Libras, a ser comemorado no dia 30 de setembro. 


Kamila Alcântara