Oportunidade

UEMS oferta 150 vagas em Aquidauana

Os cursos serão oferecidos em período integral

06/01/2020 18:00


A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Unidade de Aquidauana, oferece 150 vagas para três cursos de graduação em 2020. O ingresso dos novos acadêmicos será realizado mediante cadastro no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As oportunidades são para os cursos de Agronomia (50), Zootecnia (50) e Engenharia Florestal (50).

Os cursos serão oferecidos em período integral, com 35 vagas de ampla concorrência, 5 vagas reservadas para alunos indígenas e 10 vagas para alunos negros, que cursaram integralmente o Ensino Médio em escolas públicas.

O profissional formado em Agronomia poderá atuar em diferentes frentes de trabalho, como: órgãos de assistência técnica, assessoria e consultoria, públicos ou privados; professor universitário; empresas que desenvolvem e comercializam insumos, implementos e maquinários agrícolas; gestores de empresas rurais; órgãos de fiscalização;  empresas de paisagismo e jardinagem; direção de obra e serviço técnico; vistoria, perícia, avaliação, experimentação, ensaio e divulgação técnica, extensão, sendo usualmente contratado por instituições públicas.

Os formados em Zootecnia serão responsáveis pelo estudo e controle da reprodução, aprimoramento genético e nutrição de animais criados com fins comerciais, que visam aumentar a produção e melhorar a qualidade dos produtos de origem animal. Realizam experiências com alimentação e pesquisam formas de garantir as condições de higiene e de prevenir e combater doenças e parasitas, para melhorar a saúde dos rebanhos e qualidade dos produtos derivados. Trabalham também como administradores rurais e planejadores de fazendas e instalações rurais.

O Engenheiro Florestal pode trabalhar em órgãos governamentais em atividades técnicas e científicas, em instituições de pesquisa e extensão, institutos de proteção ambiental, prefeituras municipais e secretarias estaduais. Na iniciativa privada desempenhará atividades em empresas de reflorestamento, indústrias madeireiras e moveleiras, celulose e papel, projetos ambientais, auditorias para certificação ambiental, empresas de mineração e recuperação de áreas degradadas.

 


Diário Digital