Apoio

Sistema Famasul doa 10 mil máscaras de tecido para Secretaria Estadual de Saúde

Distribuição dos EPI’s será feita pelo Governo do estado à população socialmente vulnerável, em todo o estado.

07/07/2020 08:32


O Sistema Famasul realizou, nesta segunda-feira (06), na Governadoria, a doação de 10 mil máscaras de tecido para que sejam utilizadas na prevenção e combate ao novo coronavírus. A distribuição das peças será definida pela Secretaria Estadual de Saúde para populações socialmente vulneráveis do estado.

A entrega dos EPI’s contou com a presença do presidente do Sistema Famasul, mauricio Saito, do Governador Reinaldo Azambuja, os secretários Eduardo Riedel (Segov), Geraldo Resende (Saúde); secretário-adjunto Ricardo Senna (Semagro), além do diretor-tesoureiro da federação, Marcelo Bertoni, e do diretor-secretário, Frederico Stella.

A confecção das máscaras foi realizada em um atelier de Campo Grande por um grupo de instrutoras do Curso de Corte e Costura oferecido pelo Senar/MS.

Todas as etapas do processo de fabricação dos EPI’s seguiram rigorosamente os regramentos sanitários preconizados pelos órgãos oficiais de saúde, desde os cuidados no ambiente de trabalho até a modelagem das máscaras e acabamentos, que atendem à Nota Informativa (NI) nº 3/2020, do Ministério da Saúde.

A NI se baseia na Lei 13.969 (06.02), e na Portaria 327, (24.03), que estabelecem medidas de prevenção para o enfrentamento da Covid-19, fixando a padronagem para utilização de EPIs.

“Temos o compromisso de continuar confeccionando essas máscaras até o final da pandemia. Estamos formatando um novo curso, por meio de EaD, para capacitar na área de Corte e Costura e aumentar a quantidade de fabricação das máscaras", disse Mauricio Saito. 
 
Vale lembrar que o Decreto Estadual nº 15.456/2020, publicado em 22 de junho, tornou obrigatório o uso de máscara em todas as cidades de MS.
“Gostaria de parabenizar o Governo do Estado por todas as medidas de contenção estabelecidas para que esse período seja superado o quanto antes, da forma mais segura possível” ressaltou o presidente.

“Que essa iniciativa da Famasul inspire outras empresas a também contribuírem para que a população mais vulnerável, principalmente, seja contemplada com essas medidas de segurança para, em conjunto com o isolamento social, conseguirmos combater a Covid-19”, destacou o secretário estadual de saúde, Geraldo Resende.

Ações durante a pandemia - Esta é mais das ações que o Sistema Famasul vem desenvolvendo para amenizar os efeitos da pandemia da Covid-19. A entidade está tomando todas as medidas para preservar a saúde e a segurança de seus colaboradores, e trabalhando sempre pela manutenção dos serviços da Famasul e Senar/MS junto aos produtores rurais do estado.

Entre elas está o atendimento da Assistência Técnica e Gerencial do Senar, que passou a ser virtual, sendo estendido a mais de 3 mil produtores de MS, que continuam recebendo suporte e materiais técnicos, como boletins, guias e cartilhas elaborados especificamente para o meio rural. Toda a consultoria técnica que era realizada presencialmente junto aos produtores permanece via telefone, WhatsApp e e-mail.

Em junho, o Sistema Famasul, promoveu uma capacitação virtual para mais de 400 técnicos da ATeG, mobilizadores e instrutores sobre cuidados essenciais para evitar a transmissão do vírus no meio rural, já numa preparação para o retorno presencial, quando autorizado.

Também em junho a Famasul deu início a uma importante e inovadora ferramenta de comunicação: as lives do Sistema Famasul, todas as terças-feiras, às 18h. Já foram realizadas edições sobre Bovinocultura de Leite, Piscicultura, Horticultura, Piscicultura e Bovinocultura de Corte, com alcance superior a 15 mil pessoas.

Assessoria