Política

Câmara de Aquidauana publica nota de esclarecimento sobre desvios feitos por servidores

Servidores podem ter desviado cerca de R$ 2 milhões

12/08/2020 14:42


A Câmara Municipal de Aquidauana publicou uma nota de esclarecimento nesta quarta-feira (12) sobre os desvios de recursos públicos praticados por dois servidores. Estima-se em um prejuízo de cerca de R$ 2 milhões e os servidores foram presos. 

A Câmara ressalta que após conhecimento de fatos envolvendo a conduta de dois servidores desta casa de Leis, todas as providências cabíveis foram tomadas visando o pronto esclarecimento. No âmbito do Poder Legislativo foi instaurado Processo Administrativo Disciplinar, concomitantemente, o episódio em questão foi denunciado pela Mesa Diretora do Poder Legislativo à Policia Judiciária de Aquidauana com anuência dos demais vereadores e colaboração da Prefeitura de Aquidauana.

Segundo nota, o fato gerou a instauração do inquérito policial 142/2020 tendo como comunicante a Câmara Municipal de Aquidauana através de Notícia Crime no dia 13, assinada pelo vereador presidente Mauro Luiz Batista e também pela Prefeitura de Aquidauana através de Noticia Crime, datada de 14/07.  O inquérito foi conduzido pelo delegado de Policia Civil Dr. Jackson Frederico Vargas e concluído no dia 05 de agosto com a oitiva dos suspeitos, busca e apreensão, bloqueio de bens,  bloqueio de valores em conta corrente ou aplicação financeira, ou em espécie, móveis e imóveis, sequestro de veículos, quebra de sigilo bancário e telefônico.

Em razão da gravidade dos fatos e dos elementos oferecidos pelos denunciantes, foi determinada pelo Poder Judiciário a prisão dos suspeitos. Durante interrogatório formal pela Policia Judiciária, os suspeitos assumiram responsabilidade pelos atos denunciados, confessando a prática delituosa evidenciando a quebra de confiança, neles depositados.

Por outro lado, os membros da mesa diretora e demais vereadores em reunião na manhã desta quarta-feira (12) reiteraram a decisão anteriormente tomada de disponibilizar ao Poder Judiciário livre acesso ao sigilo fiscal e bancário de cada parlamentar. Com absoluta transparência o Poder Legislativo colocou a disposição da Justiça acesso a contabilidade e outras providências necessárias à elucidação do caso. 

O inquérito policial foi concluído no dia 5 de agosto e encaminhado ao Ministério Público Estadual que já ofereceu denúncia junto ao Poder Judiciário de Aquidauana. A Câmara de Vereadores frisa que o Poder Legislativo confia plenamente na atuação do Poder Judiciário para o devido esclarecimento dos fatos e a punição dos envolvidos.

(com informações da Câmara)

 

Da Redação