Bodoquena

"Quero ver quem me tira daqui": dois irmãos são presos após festa clandestina em Bodoquena

27/09/2020 07:59


A noite de sábado (26) não começou nada bem para um casal de irmãos, de 22 e 25 anos, moradores de Bodoquena. Eles participavam de uma festa clandestina próxima um balneário local, mas começaram o domingo (27) presos e ‘fichados’ por quatro crimes, após uma denúncia anônima.

Desrespeitando as medidas sanitárias necessárias para barrar a circulação da Covid-19, os irmãos curtiam a noite de bebedeira ao lado de dezenas em pessoas, ocupantes de cerca de 20 carros, estacionados próximo ao balneário Cabeceiras do Bertioga.

Após denúncia anônima, policiais militares foram ao local, determinaram que todos descessem dos veículos e formassem fila ao clarão da luz de faróis. Neste momento, conforme o registro de ocorrência, um dos irmãos ficou inconformado e desferiu expressões nada adequadas para a ocasião, tais como “Seus filhos da p*ta”, “vocês estão f*didos”, “quero ver quem me faz sair daqui”.

E a irmã complementou: “vamos, pessoal, não vamos deixar esse bando de merda fazerem o que querem, a festa é nossa, ninguém vai sair daqui não”, insuflando a multidão conta os agentes.

Os militarem, então, deram voz de prisão ao casal. Durante a imobilização, o jovem tentou golpear os agentes, com socos e chutes. Sua irmã fez o mesmo, tornando necessário uso de algemas. Eles foram levados à Polícia Civil de Bodoquena, onde foram autuados por infração de medida sanitária, desacato, resistência e desobediência. Os demais presentes colaboraram e foram liberados.


Da redação