Abuso

Cliente amarra, estupra e ameaça acompanhante

28/12/2020 15:00


Uma mulher de 29 anos, que trabalha como acompanhante sexual em Ponta Porã, procurou a polícia para denunciar agressões e ameaças feitas por um cliente, na madrugada de ontem (27). O autor amarrou, estuprou e disse que iria matar a vítima.

De acordo com a matéria do Jornal Midiamax, a vítima trabalha em uma boate e foi convidada para ir à casa dele, que disse ter deixado o dinheiro do programa lá. Por conhecer o homem, a vítima acabou aceitando e foi até lá, onde ainda tomaram algumas cervejas.

Em algum momento, eles se desentenderam e o homem a amarrou. A vítima relatou que foi estuprada e, quando começou a gritar por socorro, ameaçada de morte.

A mulher conseguiu fugir por uma janela, se escondeu no quintal até conseguir transporte para a boate com um desconhecido. Mesmo ela sendo abusada sexualmente, sem qualquer consentimento, o caso está sendo investigado como lesão corporal e ameaça. 
 


O Pantaneiro