Luto

Morre em Campo Grande o jornalista Guilherme Filho, vítima do coronavírus

Profissional da comunicação estava internado desde o dia 8

31/12/2020 07:54


Morreu na madrugada desta quinta-feira (31), em Campo Grande, o jornalista Guilherme Villalba Zurutuza Filho, de 64 anos, uma das referências da profissão em Mato Grosso do Sul. Ele estava internado no Hospital El Kadri desde o dia 8 de dezembro e, desde o dia 15, estava em estado grave, intubado. Apesar dos esforços dos médicos e muita luta, o jornalista não resistiu.

Guilherme estava na direção da Rádio CBN e já havia atuado na comunicação do Governo do Estado durante a gestão do ex-governador André Puccinelli. A filha dele, a jornalista Anahi Zurutuza, deixou uma mensagem de luto nas redes sociais:

“Nosso passarinho voou, foi assoviando em direção ao céu. Acometido pela covid-19, desde o dia 8 de dezembro, ele lutou como um verdadeiro guerreiro, nas palavras dos médicos que comunicaram, no findar da noite desse dia 30, o falecimento de Guilherme Villalba Zurutuza Filho, um homem nobre, sem igual. Filho, pai, avô, tio, marido, amigo, jornalista. Cumpriu todas as missões que lhe foram dadas neste plano. Agora, olha por nós lá do alto. Vai viver o novo ano e a eternidade cercado de anjos e ao lado de Deus. A família informa que a despedida seguirá os protocolos de segurança impostos pela situação de pandemia e se solidariza com todas as outras que perderam seus amores para a doença”.

O deputado estadual Márcio Fernandes também prestou condolências à família do profissional.  “Um grande profissional que durante anos esteve com o MDB, desempenhando um trabalho ético, impecável e honesto. [...] Conhecido por seu trabalho de qualidade e um grande líder, Guilherme deixa um legado. Descanse em paz, que Deus conforte e abrace toda família”.

 


Da Redação