Aquidauana

Audiência desta quarta-feira (20) deve concluir processo de feminicídio de Ariadini

20/01/2021 14:50


Testemunhas de defesa do caso do feminicídio de Ariadni Oliveira Molina, de 26 anos que aconteceu em Aquidauana, serão ouvidas nesta quarta-feira (20), para a conclusão do processo. 

De acordo com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, o homem foi denunciado pelo crime de Feminicídio e na audiência de hoje (20), serão ouvidas testemunhas de acusação, além de ouvir as testemunhas de defesa e o réu.

De acordo com o processo, a vítima estava na casa da sua vizinha quando o acusado chegou em uma motocicleta armado e entrou no quintal com uma arma mão. Segundo relatos de testemunhas, o acusado mandou que a vizinha saísse de sua frente, perguntou da vítima e recebeu a resposta que esta não estava.Feminicida tentou fugir mas foi preso pela PRF

Não acreditando, ele invadiu a residência, e encontrou a mulher com os filhos no local, momento em que ele atirou na mesma, atingindo seu rosto. Após o ocorrido ele fugiu e foi preso pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) na região de Rondonópolis (MT), usando CNH (Carteira Nacional de Habilitação) falsa. Ele está preso no estabelecimento penal de Aquidauana.

Reinaldo Dei Carpes Rocha, de 39 anos, fiou foragido por 40 dias após cometer o crime no Bairro Nova Aquidauana. Ariadni Oliveira Molina, de 26 anos, foi morta com um tiro no dia 3 de abril, deixando quatro filhos. Ela já possuia medida protetiva contra ele.


Cristiano Arruda