Corumbá

Caminhoneiro morre prensado por basculante no pátio de mineradora

08/02/2021 13:35


José Luiz Aragão, de 68 anos, morreu após ser prensado pelo basculante de uma carreta, no final da tarde de domingo, 07 de fevereiro, no pátio da Mina Urucum, da empresa Vale, em Corumbá.

Conforme o boletim de ocorrência 566/2021, registrado como morte a esclarecer, o qual este Diário teve acesso, a Perícia e equipe da Polícia Civil estiveram no local do acidente e ao chegarem, constataram que o caminhoneiro estava morto. O corpo estava debaixo do basculante do veículo, uma carreta Volvo.

Outro motorista que estava com o caminhão estacionado ao lado do veículo da vítima, informou à equipe policial, que ouviu José Luiz pedir por socorro e quando foi acudi-lo, percebeu que estava prensado. Ele ainda correu para ligar a carreta e subir o basculante, mas a vítima já havia morrido por asfixia.   

Ainda de acordo com o motorista, a fatalidade aconteceu provavelmente após o basculante se soltar e descer, vindo a prensar o colega de trabalho. Além dele, mais dois funcionários da Vale, uma técnica do turno e o chefe de segurança, foram ouvidos pela equipe policial.

José Luiz Aragão, era contratado da empresa Lenarge, que presta serviços à mineradora. O delegado da Polícia Civil, Luca Venditto, que atendeu a ocorrência informou ao Diário Corumbaense que a princípio, não houve "prática delituosa" e sim um acidente. "Se houve falha por parte da empresa, não temos como constatar no momento", concluiu.

Em contato com a Vale, por meio de nota, a mineradora informou que: 

“A Vale lamenta profundamente a fatalidade com um prestador de serviço ocorrida neste domingo (07/02), em Corumbá (MS). A família e os colegas estão recebendo o apoio necessário da contratada e da Vale. As atividades no local foram paralisadas e as empresas vão investigar as causas do acidente”.

(Matéria editada para correção de informação. A carreta não estava sendo carregada com minério, no momento do acidente).


Redação