Inspiração

Símbolo das queimadas no Pantanal, onça pintada vira tatuagem que "encara" da pele de Rafa

Ao ser modelo, ela ganhou tatuagem inspiradora das mãos de artista premiado

14/06/2021 07:53


O que era apenas para ser mais uma fotografia de onça pintada nas redes sociais acabou por virar uma tatuagem que, de tão viva e inspiradora, chega a "encarar" quem a vê. Pintada sobre a lateral da coxa direita da mirandense Rafaela dos Santos Dias, 28 anos, o desenho – que integra o circuito de uma competição de tattoos – foi realizado por um aquidauanense que já levou título nacional pelo seu talento na agulha e tinta.

"Fiquei super feliz com o resultado pois ultrapassou 'real' minha expectativa. Sem dúvida, Flávio deu o seu melhor pois ele mesmo ficou bastante realizado com a imagem final. Seus olhos chegavam a brilhar de emoção ao ver a arte revelada. Foi muito bonito", relata Rafa sobre o tatuador Flávio Peregrinelli, 32 anos.

Resultado final da tatuagem feita por Flávio sobre a pele de Rafaela; desenho quase "pula" para cima de quem a vê.

A história é a seguinte: por uma conhecida, a jovem descobriu o perfil do artista nas redes sociais e começou a segui-lo. Certo dia, ao ver uma publicação de Flávio, ela ficou sabendo que ele estava à procura de uma modelo para fazer parte do circuito InkStation, uma convenção on-line de tatuadores. Sem pensar duas vezes, Rafa mandou uma mensagem para Flávio, acertou os valores e viajou de Miranda para Aquidauana na busca de mais um desenho para chamar de seu.

"Paguei apenas o valor do material e da sua inscrição. O que sairia por R$ 1500 ficou por R$ 300, pois Flávio não cobrou sua mão de obra. No caso, a tatuagem era para ser outra, uma que nada tinha a ver comigo. Foi quando enviei para ele uma foto de onça pintada que eu já estava louca para algum dia fazer. Aí ele mesmo sugeriu em competir justamente na categoria realismo, para adequar os traços da fotografia na tatuagem", comenta.

"O que me levou a fazer essa tattoo é a paixão que sinto pelo Pantanal. Amo demais, não tem lugar melhor no mundo em que eu pudesse ter sido nascida e criada. E a onça pintada é a rainha que merece tal homenagem, ainda mais depois de tanta morte, seca e destruição proveniente das queimadas, que devastaram esse rico bioma", opina Rafa.

Queimadas no Pantanal atingiram 61% do Refúgio Ecológico Caiman, o santuário das onças pintadas e araras azuis.

Para Flávio, motivo de orgulho não só pelo resultado que ele já considera "maior sucesso", mas também porque bateu seu próprio recorde em horas de desenho. Antes 12, levando o 1º lugar em outro evento de porte nacional – quando concorreu com outros 20 tatuadores do Brasil representando MS na categoria (desenho de) "Guerra" –, agora somou 17 horas trabalhadas em duas sessões na pele de Rafa.

"Me interessei em fazer a pintura desse animal por ele estar ao redor da nossa cidade, de forma que 'conversa' com a nossa gente, com nossa cultura pantaneira. Fora que lá no Refúgio Ecológico Caiman tem esse projeto (Onçafari) que monitora e preserva os felinos", diz.

A seleção da nova tattoo feita por Flávio será entre os dias 18 a 20 de junho, por um corpo de jurados especializados. Será que vem novo título por aí? Fique de olho nas redes sociais do tatuador aquidauanense.


Raul Delvizio