Nioaque

Oficina é interditada por poluição do solo

O proprietário da empresa foi notificado a remover todo o material contaminante e a regularizar um sistema adequado de tratamento dos efluentes

27/08/2021 15:58


Na última quinta-feira (26), um empresário de 64 anos teve a oficina interditada, no município de Nioaque, por poluição do solo. Em vistoria à empresa, a Polícia Militar Ambiental (PMA) verificou o crime ao observar resíduos de substância oleosa no chão.

A empresa que, segundo informações da PMA, era especializada em máquinas agrícolas, não comportava a demanda de serviço e realizava os consertos até em via pública, lançando os resíduos de óleos pem diversos pontos da cidade. Além disso, foi verificada, na área interna da empresa, a falta de suporte para coleta e destinação correta do óleo. Na ocasião, os oficiais também indicaram que não havia, na empresa, um setor para a lavagem das peças, e o material lançado ao solo causava poluição do solo. As atividades foram interditadas.

O empresário foi notificado a remover todo o material contaminante e a regularizar um sistema adequado de tratamento dos efluentes. A multa administrativa foi de R$ 5.000,00.


 


Schimene Duque Weber