Covid-19

Emocionado, Resende anuncia que MS se aproxima da imunidade coletiva

Mato Grosso do Sul é o primeiro estado do país no ranking de aplicação da primeira dose e segunda dose

17/09/2021 18:00


O secretário estadual de Saúde Geraldo Resende anunciou, nesta sexta-feira (17), que Mato Grosso do Sul deve alcançar a imunidade coletiva em algumas horas. Ele não conteve a emoção e chorou ao comunicar a marca histórica de 70% da população imunizada, com duas doses ou dose única.

Conforme registro do Jornal Correio do Estado, a chamada imunidade coletiva é o termo usado para definir o cálculo que determina o percentual da população que deve estar protegida para frear o contágio por um vírus ou bactéria, interrompendo a cadeia de transmissão.

"Hoje nós vamos atingir a imunidade coletiva, na noite de hoje, com certeza vamos ultrapassar os 70% de imunizados com as duas doses ou dose única, e mais de 95% com uma dose de vacina. Me emociono porque eu luto pela vida", disse.

A infectologista Mariana Croda explicou anteriormente ao Correio do Estado que alguns estudos dizem que, para atingir a imunidade coletiva, é necessário que 70% da população tenha tomado a vacina, mas que isso depende das variantes.

Ou seja, a variante mais transmissível precisa de mais pessoas vacinadas. O percentual varia de 70% a 90%.

Mato Grosso do Sul é o primeiro estado do país no ranking de aplicação da primeira dose e segunda dose, de acordo com dados do vacinômetro disponibilizado pelo Ministério da Saúde.

 


O Pantaneiro