Sumiram na mata

PMA desmonta acampamento ilegal e 15 pescadores fogem

Policias apreenderam redes de pesca, tarrafa enterradas, anzóis de galho e boias

12/10/2021 09:42


No início da tarde de segunda-feira (11), uma equipe de policiais militares que fiscaliza o rio Miranda localizou um acampamento com vários pescadores que iriam praticar pesca predatória, em uma região denominada Quinta Corredeira, no município de Jardim.

Ao avistarem o acampamento e fazerem a aproximação, os policias presenciaram cerca de 15 pessoas correrem mata adentro. A equipe atracou a embarcação, entrou na mata e realizou as diligências necessárias. Nenhum dos infratores foram localizados.

No acampamento foram apreendidas duas redes de pesca e uma tarrafa – que estavam enterradas –, uma mochila com 12 anzóis de galho (petrechos proibidos), uma mesa e câmara de ar de veículo abandonados pelos pescadores. A câmara de ar é utilizada para armar as redes e anzóis.

Próximo à região, ainda foram retirados do rio e apreendidos mais 27 anzóis de galho e quatro redes de pesca. Os policiais calculam que os pescadores fugitivos estavam sim armados, mas evitaram o encontro.

A fiscalização preventiva efetiva passa pela apreensão e retirada dos rios desses tipos de petrechos com alto poder de captura. A equipe calcula que os infratores tivessem acabado de montar o acampamento e, nessa quantidade de gente e com uso dos petrechos ilegais, poderiam dizimar cardumes.


Da redação