Novela

Marcos Palmeira e José Loreto chegam para gravação de "Pantanal"

Almir Sater é uma figura muito respeitada entre a equipe

18/10/2021 16:19


Os galãs globais José Loreto e Marcos Palmeira chegaram ao Mato Grosso do Sul neste fim de semana para as gravações da segunda fase do remake da novela "Pantanal".

Segundo informações sobre o folhetim, Marcos será a versão adulta do personagem José Leôncio, enquanto que Loreto será Tadeu. Alanis Guillen, a nova Juma, também está no set de filmagens.

Aos poucos, o elenco da fase inicial da trama vai sumindo dos bastidores e dando espaço a novos rostos ainda mais conhecidos.

Representante do Pantanal – Considerado uma "entidade" entre a equipe, o cantor, compositor e violeiro Almir Sater cedeu parte de suas propriedades para as gravações.

O jornal Midiamax destacou que Sater é encarado como figura emblemática do mais alto respeito, a quem todos reverenciam e expressam admiração, tanto nas redes sociais, quanto pessoalmente – até porque ele fez parte do elenco original da novela.

Imponência do cantor sobre a equipe é registrada em foto onde aparece sentado, centralizado e cercado por todos.

A mais recente foto dos bastidores, registrando a chegada de novos nomes do elenco, mostrou Almir e sua imponência. Centralizado em uma grande mesa, cantor, sentado e sem camisa – bem à vontade –, foi rodeado pela equipe toda de pé.

Entrelaçados – Coincidência ou não, José Loreto viverá o personagem que foi de Marcos Palmeira em 1990. Na primeira versão, o peão Tadeu ficou a cargo do veterano, que agora será o protagonista. Os dois chegaram juntos ao bioma para iniciarem os trabalhos por aqui.

Já o peão Trindade, interpretado por Almir Sater na TV Manchete, ganhará vida em 2022 na pele do filho do cantor, o também ator e cantor Gabriel Sater. "Pantanal" tem previsão de estreia para abril do próximo ano. A Globo prevê que as gravações ocorram em Mato Grosso do Sul, na região de Aquidauana, até dezembro.

Depois, os trabalhos vão se concentrar nos estúdios da emissora no Rio de Janeiro. Por enquanto, a movimentação modesta e parcialmente secreta só aguça a curiosidade e a ansiedade de quem não vê a hora de acompanhar a nova versão da história.


Da redação