Terror

Propriedade rural motiva sequestro de idoso no MS

A vítima foi resgatada pela Polícia Civil e os três sequestradores presos

19/10/2021 14:48


Um idoso de 65 anos viveu momentos de terror, durante um sequestro relâmpago, na manhã desta terça-feira (19), no município de Coxim. Os autores, três pessoa da mesma família, exigiam a transferência de sua propriedade rural em troca da liberdade da vítima.

Em entrevista para o G1 MS, o delegado Felipe de Oliveira Paiva disse que a ação foi motivada pela disputa dessa propriedade rural, em que a vítima conquistou em ação judicial.

"Pai, mãe e filho pegaram o senhor e queriam que ele transferisse a propriedade em cartório. Com isso, foi identificado o crime de extorsão mediante liberdade da vítima, o famoso sequestro relâmpago", destaca o delegado.

Logo após conhecimento do sequestro, policiais receberam informações do endereço do morador envolvido na disputa judicial, localizado na rua Minas Gerais, no bairro BNH.

No local, as equipes localizaram o veículo da vítima, uma caminhonete de cor branca. O dono da propriedade rural disputada também estava na casa.

"Primeiro, pai e filho abordaram a vítima, com uma arma de brinquedo, e exigiram que ele entrasse em outra caminhonete. Dentro do carro estava um ex-policial militar, armado com revolver calibre .38, contratado para a ação. Já na casa, eles estavam negociando com a vítima, inclusive já em posse de documentos necessários para a transferência", revela Paiva.

Investigações apontam que a intenção da família era seguir até o município vizinho de Rio Verde, onde a transferência seria feita em cartório.

Aos policiais, o idoso sequestrado relatou ter sido ameaçado a todo momento, caso não cumprisse com as ordens de transferência. As três pessoas da mesma família, casal de 76 e 56 anos, também o filho, de 34, foram presos por extorsão.

Além de responder pelo mesmo crime, o pm aposentado, de 71 anos, foi preso por porte ilegal de arma de fogo.


Da redação