236 vagas

Novo concurso da Polícia Civil em MS tem salários a partir de R$ 4,5 mil

26/10/2021 07:41


Foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (26) os editais de abertura dos concursos públicos da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul. O certame conta com 236 vagas, sendo 42 para perito papiloscopista, 36 para agente de polícia científica, 75 para perito oficial forense (perito criminal), 53 para perito oficial forense (perito médico-legista) e 30 para delegado de polícia.

A remuneração para os cargos vão de R$ 4.527,80 (agente científico/papiloscopista), R$ 7.377,66 (peritos forentes), até R$ 17.014,18 para delegado de Polícia Civil. Os editais são de autoria das Secretarias de Estado de Administração e Desburocratização (SAD) e de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

As inscrições serão realizadas exclusivamente via internet de hoje até às 23h59 do dia 18 de novembro, por meio do site oficial da Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura (Fapec). É cobrada uma taxa de R$ 340,48 para a participação do certame.

Os editais preveem a reserva de 20% das vagas para cotistas negros, 3% para índios e 5% aos candidatos na condição de pessoa com deficiência (PcD), além de isenção da taxa de inscrição para quem a solicitar. O prazo é até o próximo dia 30.

Fases

Para o concurso de perito papiloscopista, agente de polícia científica e perito oficial forense (criminal e médico legista), estão previstas seis fases:

Já para o concurso de delegado de polícia são nove fases, entre as quais:

As primeiras provas acontecem no dia 4 e 12 de dezembro, em Campo Grande. Os locais ainda serão divulgados.

Requisitos

Para a função de perito papiloscopista e agente de polícia científica, a exigência é de curso superior em nível de graduação (exclusivamente bacharelado) em qualquer área do conhecimento.

Já as vagas para a categoria funcional de perito oficial forense, na função de perito criminal trazem como exigência curso superior em nível de graduação (exclusivamente bacharelado) em Análise de Sistemas, Ciências da Computação, Biologia, Engenharia (Agrícola, Agronômica, Ambiental, Civil, da Computação, Elétrica, Florestal, Mecânica, de Materiais, Química ou Telecomunicações), Farmácia, Física, Medicina Veterinária ou Química.

Para a categoria funcional de perito oficial forense, na função de médico-legista, o requisito de escolaridade é curso superior em nível de graduação em Medicina. Quanto às vagas para a categoria funcional de delegado, têm como requisito de escolaridade curso superior em Direito.


Da redação