Descansou...

Dona LinĂ´, do Furna dos Baianos, falece aos 95 anos

26/10/2021 10:12


Foi confirmada na manhã de hoje (26) a morte de Federalina Correia dos Santos, mais conhecida na região do Furna dos Baianos e pela comunidade aquidauanense como a querida dona "Linô". Já bastante debilitada, ela fez seu descanso eterno pontualmente às 5h, em Aquidauana.

Segundo informações dos próprios familiares, dona Linô vinha doente já há alguns meses e inclusive ficou internada na Capital por quase 30 dias – conseguindo voltar a tempo ao município aquidauanense. Mesmo "bem fraquinha", foi liberada para retornar à sua casa sob os cuidados dos filhos.

No último sábado, porém, ela passou mal e foi levada às pressas para o Hospital Regional de Aquidauana, falecendo no dia de hoje.

O velório de dona Linô será na sua residência, no bairro Furna dos Baianos II, a partir das 13h. O sepultamento está marcado para acontecer no Cemitério de Piraputanga, às 16h30.

Uma das mais antigas moradoras da região, ela era cearense, casada com um baiano que também teve vida longa: seu esposo Joaquim Corrêa dos Santos faleceu neste ano aos 100 anos de idade.

Dona Linô foi parar em Piraputanga quando ainda nem distrito era. O transporte usado à época foi o de pau-de-arara – caminhões adaptados servindo como "ônibus" de passageiros.

A jovem tinha a companhia de parentes nordestinos que arriscaram vir ao Mato Grosso uno em busca de solo fértil e, principalmente, água potável. E aqui todos encontraram um lugar ao sol.

Dona de casa e senhorinha querida para a comunidade de Furna dos Baianos, dona Linô acabou criando família grande, de muitos filhos, em uma vida simples mas feliz. Agora, descansa o sono eterno ao lado de Joaquim.


Raul Delvizio