Covid-19

Resende diz que atravessamos período difícil, mas não pico da doença

Secretário da Saúde emitiu nota desmentido mensagens enviadas atribuídas a ele

25/01/2022 14:32


Uma mensagem dizendo que "chegamos ao pico" da contaminação da variante Ômicron de Covid-19, supostamente escrita pelo secretário estadual de Saúde Geraldo Resende, está sendo compartilhada nos aplicativos de comunicação. Usando o site oficial da SES (Secretaria Estadual de Saúde), nesta terça-feira (25), o próprio secretário disse que as palavras não são dele, mas que o cuidado deve continuar. 

“É correto afirmar que estamos atravessando um período muito difícil, e que a situação pode se agravar nos próximos dias, principalmente se parte da população sul-mato-grossense continuar ignorando os apelos que fazemos todos os dias, para que tomem os cuidados necessários contra o coronavírus. Ainda não chegamos ao pico – aí está o equívoco do texto a mim atribuído. Mas a verdade é que quanto mais tomarmos cuidado, quanto mais a população se precaver, mais rápido sairemos dessa pandemia”, declarou.
 
Ele também reforçou que, quanto mais relaxarmos, mais casos positivos teremos em Mato Grosso do Sul. Isso agrava a situação hospitalar e, consequentemente, as mortes pelo vírus. Além disso, lembrou que precisamos manter os hábitos adquiridos no começo da pandemia, como higienização de objetos comprados, distanciamento, evitar saídas desnecessárias, aglomerações e usar sempre usando máscara.
 
“Tudo isso é para que ninguém tenha que chorar, nos próximos dias, a perda de uma mãe, um pai, um filho/filha, um irmão ou irmã, vizinhos, amigos, ou demais entes queridos. Tudo isso é um gesto de compaixão e amor ao próximo. Um grande abraço”, terminou. 
 
 


O Pantaneiro