Policial

Pistoleiros do ex-bicheiro João Arcanjo chegam hoje à Capital

20/07/2007 10:27


O ex-soldado PM Célio Alves de Souza e o ex-cabo PM Hércules Araújo Agostinho, ambos apontados como pistoleiros do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro, chegam na manhã desta sexta-feira à BACG (Base Aérea de Campo Grande), de onde serão levados para o Presídio Federal de Segurança Máxima da Capital. As transferências dos dois para Mato Grosso do Sul foi uma solicitação da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Mato Grosso e do Ministério Público de Mato Grosso.


O ex-cabo PM Hércules Araújo Agostinho é acusado de ser o assassino do empresário Mauro Sérgio Manhoso, ocorrido em outubro de 2000 a mando do "Comendador", enquanto o ex-policial militar Célio Alves de Souza foi condenado a mais de 73 anos de prisão por quatro homicídios cometidos também a mando de Arcanjo. Ambos são apontados como testemunhas principais dos diversos processos contra a organização criminosa liderada pelo ex-bicheiro mato-grossense.


Célio Alves é tido como "um preso de altíssima periculosidade, considerado o braço armado da organização criminosa chefiada por Arcanjo Ribeiro, que corre risco de ser resgatado do presídio, condenado a mais de 73 anos de prisão. Célio chegou a fugir da Penitenciária de Pascoal Ramos e trocou tiros com os policiais ao ser localizado próximo à fronteira do Brasil com a Bolívia, no município de Cáceres.


da redação